Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Vírio Lupo.
Vírio Lupo
Nacionalidade
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Império Romano
Ocupação Oficial

Vírio Lupo (em latim: Virius Lupus) foi um oficial romano do século III, ativo durante o reinado dos imperadores Galiano (r. 253–268), Aureliano (r. 270–275) e Probo (r. 276–282).

Índice

VidaEditar

 
Antoniniano de Galiano (r. 253–268)

Lupo era talvez filho de Lúcio Vírio Lupo, cônsul em 232, e sem dúvida ancestral de vários Lupos. Sua carreira é registrada em duas inscrições. Na segunda (xiv 2078) aparece como consular da II Região Celimôncio de Roma e curador de Laurento e Lavínio, ambas no Lácio. Pensa-se que foi cônsul sufecto antes de ca. 275.[1] Na primeira inscrição registra-se vários ofícios. O primeiro deles foi de presidente da Arábia Pétrea, posto que ocupou antes de 259,[2] num tempo que o retor Calínico de Petra dedica-lhe a obra chamada Sobre Manerismo Retórico.[3] Depois torna-se presidente da Celessíria, posto que ocupou na década de 260; embora a região estava nominalmente sujeita a Galiano, Lupo respondeu a Odenato de Palmira[4]

Em 271-272, estava servindo como procônsul da Ásia e muda sua aliança de Zenóbia (esposa de Odenato) para Aureliano.[5] Ele esteve muito envolvido na restruturação da Síria zenobiana por Aureliano após a subjugação do oriente pelo imperador.[6] Durante esse tempo, foi também juiz da sagradas cognições do Egito e Oriente.[1] Isso foi seguido pela nomeação como pontífice do Sol, uma das primeiras nomeações feitas por Aureliano a seu novo colégio de sacerdotes servindo Sol Invicto.[7] Enquanto no Oriente, apoiou Probo quando se proclamou imperador em 276 e como recompensa foi feito cônsul posterior com Probo. após seu mandato, foi nomeado prefeito urbano de Roma, posição que reteve de 278 a 280.[1][6][8]

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Paulino

com Probo

Vírio Lupo
278

com Probo II

Sucedido por:
'Probo III

com Nônio Paterno II


Referências

  1. a b c Martindale 1971, p. 522.
  2. de Blois 1976, p. 77.
  3. Radicke 1999, p. 323.
  4. Potter 2004, p. 271.
  5. Potter 2004, p. 270-271.
  6. a b Potter 2004, p. 275.
  7. Watson 1999, p. 165.
  8. Watson 1999, p. 164.

BibliografiaEditar

  • de Blois, Lukas (1976). The Policy of the Emperor Gallienus. Leida: Brill 
  • Martindale, J. R.; A. H. M. Jones (1971). «Virius Lupus 5». The Prosopography of the Later Roman Empire, Vol. I AD 260-395. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press 
  • Potter, David Stone (2004). The Roman Empire at Bay AD 180–395. Londres/Nova Iorque: Routledge. ISBN 0-415-10057-7 
  • Radicke, Jan (1999). Biography: Imperial and Undated Authors. Leida: Brill 
  • Watson, Alaric (1999). Aurelian and the Third Century. Londres e Nova Iorque: Routledge