Völkischer Beobachter

Volkischer Beobachter.JPG

O Völkischer Beobachter ("Observador de Völkisch") era o jornal do Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães (NSDAP). Era distribuído semanalmente, mas em 8 de fevereiro de 1923 passou a ser diário.[1]

O "Jornal do combatente do movimento Nacional Socialista da Grande Alemanha" (Kampfblatt der nationalsozialistischen Bewegung Großdeutschlands) teve suas origens no Münchner Beobachter, que em 1918 foi adquirido pela Sociedade Thule e em agosto de 1919 tornou-se Völkischer Beobachter. O NSDAP comprou-o em 1920, a partir da iniciativa de Dietrich Eckart que tornou-se o primeiro editor.

Inicialmente a tiragem do jornal era de 8 000 cópias, mas aumentou para 25 000 no outono de 1923 devido a um aumento da demanda durante a Ocupação do Ruhr. Nesse ano Alfred Rosenberg tornou-se editor. Com a proibição do NSDAP depois do Putsch da Cervejaria em 9 de novembro de 1923, o jornal teve sua publicação encerrada e só foi reiniciada em 26 de fevereiro de 1925, durante a reestruturação do partido. A circulação do jornal crescia acompanhando o sucesso do Movimento Nacional Socialista, vendendo cerca de 120 000 exemplares em 1923 e 1.7 milhões em 1944.

No final de abril de 1945, alguns dias antes da derrota alemã na Segunda Guerra Mundial, o jornal teve sua publicação encerrada.

Ver tambémEditar


Referências

  1. Snyder 1998, p. 362

BibliografiaEditar

  • Snyder, Louis L. (1998). Encyclopedia of the Third Reich (em inglês). Ware, Hertfordshire: Wordsworth Editions. 410 páginas. ISBN 1-85326-684-1