Via de administração

aplicação e transporte de um fármaco ao local de ação

Via de administração refere-se à aplicação e transporte de um fármaco ao local de ação.[1]

ClassificaçãoEditar

As vias de administração de fármacos podem ser a grosso modo divididas em:

  • Tópica: efeito local; a substância é aplicada diretamente onde se deseja a sua ação (o fármaco é exposto sobre a pele).
  • Enteral: efeito sistêmico (não-local); recebe-se a substância via trato digestivo.
  • Parenteral: efeito sistêmico; recebe-se a substância por outra forma que não pelo trato digestivo.

A agência FDA americana reconhece 119 tipos diferentes de vias de administração. A seguir está uma lista breve de algumas delas.

TópicaEditar

Parenteral por injeção ou infusãoEditar

Parenteral (que não por injeção ou infusão)Editar

  • transdérmica (difusão através da pele intacta), p. ex. emplastro de opioide transdérmico para terapia da dor
  • transmucosa (difusão através de uma membrana mucosa), p. ex. inalação de cocaína, nitroglicerina sublingual
  • inalável, p. ex. inalação de anestésicos.

OutrasEditar

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar