Violão de sete cordas

(Redirecionado de Violão de 7 cordas)
Violão de sete cordas
Exemplo de "baixaria" na música "Sofres porque queres" (Pixinguinha), gravada em 1919. Pixinguinha na flauta e Tute no violâo de sete cordas.

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

O violão de sete cordas é um instrumento musical, consistindo de uma alteração do violão tradicional (com seis cordas) ao adicionar uma corda, mais grave que as demais. Originalmente, a corda adicionada era uma de violoncelo, afinada em , e necessitava o uso de uma dedeira no polegar. Mais tarde começou-se a usar uma corda grave, afinada em si ou em ,[1] feita como as demais cordas graves (bordões) do violão. Muitos violonistas utilizam, no choro, a sétima corda afinada em dó visto que existem muitos choros na tonalidade de dó e poucos em si. Assim um bordão com essa nota em corda solta facilitaria bastante a montagem de acordes e o desenvolvimento de frases na baixaria.

Segundo Raphael Rabello: "No estilo choro, o violão caracteriza-se por frases de contraponto geralmente em escala descendente, utilizando-se somente as cordas graves. Daí o nome baixaria. Tute sentia necessidade de algumas notas mais graves, daí a ideia de colocar uma corda a mais nos bordões." É bom ressaltar que a baixaria do sete-cordas dá à música um sentido de continuidade, caracterizado pela presença de contracantos com a melodia.

Após a morte de Tute, Dino 7 Cordas seguiu seus passos, se tornando uma das maiores referências no instrumento, ao lado também de Ventura Ramirez.

Referências

  1. Edmilson Capelupi fala sobre violão no programa Radiola

Ver tambémEditar


  Este artigo sobre instrumento musical é um esboço relacionado ao Projeto Música. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.