Abrir menu principal
Como ler uma infocaixa de taxonomiaViverravidae
Taxocaixa sem imagem
Estado de conservação
Extinta (fóssil)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Infraclasse: Placentalia
(sem classif.) Carnivoramorpha
Superfamília: Miacoidea
Família: Viverravidae
Wortman e Matthew, 1899
Gêneros
11, ver texto.

Viverravidae é uma família conhecida por registros fósseis do Paleoceno Superior ao Eoceno Médio da América do Norte e Ásia.

ClassificaçãoEditar

A família Viverravidae juntamente com a Miacidae, formam a superfamília Miacoidea, que juntamente com a ordem Carnivora, compõem o clado Carnivoramorpha. Simpson (1945) considerava-a como uma subfamília dentro da Miacidae. McKenna e Bell (1997) a reconheceram como família distinta.

Flynn e Galiano (1982) e Flynn (1998) separam os gêneros Bryanictis, Didymictis, Intyrictis, Protictis, Protictoides e Raphictis em uma família distinta, a Didymictidae. Polly (1997) não reconhece esse novo clado, e reintegra à família Viverridae, todos os gêneros.

Polly (1997) reconhece 11 gêneros na família Viverravidae. O gênero Quercygale foi excluído por Van Valen (1967) e hoje faz parte da família Miacidae. O gênero Palaegale do Oligoceno da Europa, América do Norte e Ásia incluído por Hunt (1974), foi excluído por Simpson (1946) e de Bonis (1981) e hoje é considerado um mustelídeo primitivo e divergentemente especializado. Virtualmente todos os estudos sistemáticos são baseados em registros dentários (Gingerich e Winkler 1985).

  • Gênero Raphictis Gingerich e Winkler, 1985
    • Raphictis gausion Gingerich e Winkler, 1985 [Paleoceno Superior - América do Norte - Wyoming]
  • Gênero Didymictis Cope, 1875
    • Didymictis protenus (Cope, 1874) [Eoceno Inferior - América do Norte - Novo México]
    • Didymictis leptomylus Cope, 1880 [Eoceno Inferior - América do Norte - Wyoming]
    • Didymictis proteus Simpson, 1937 [1] [Eoceno Inferior - América do Norte - Wyoming]
    • Didymictis dellensis Dorr, 1952 [2] [Paleoceno Superior/Eoceno Inferior - América do Norte - Wyoming]
    • Didymictis vanclevae Robinson, 1966 [Eoceno Médio - América do Norte - Colorado]
    • Didymictis altidens Cope, 1880 [Eoceno Inferior e Médio - América do Norte - Wyoming e Colorado]
  • Gênero Bryanictis MacIntyre, 1966 [3]
    • Bryanictis microlestes (Simpson, 1935) [Paleoceno Médio - América do Norte - Montana e Wyoming]
    • Bryanictis paulus Meehan e Wilson, 2002 [Paleoceno Médio - América do Norte - Novo México]
  • Gênero Intyrictis Gingerich e Winkler, 1985
    • Intyrictis vanvaleni (MacIntyre, 1966) [Paleoceno Médio - América do Norte - Novo México e Wyoming]
  • Gênero Protictis Matthew, 1937 [4]
    • Protictis haydenianus (Cope, 1882) [5] [Paleoceno Médio - América do Norte - Novo México, Utah, Wyoming e Montana]
    • Protictis paralus Holtzman, 1978 [Paleoceno Superior - América do Norte - Wyoming, Dakota do Norte e Alberta]
    • Protictis agastor Gingerich e Winkler, 1985 [Paleoceno Superior - América do Norte - Wyoming]
    • Protictis simpsoni Meehan e Wilson, 2002 [Paleoceno Médio - América do Norte - Novo México]
    • Protictis minor Meehan e Wilson, 2002 [Paleoceno Médio - América do Norte - Novo México]
  • Gênero Protictoides Flynn e Galiano, 1982 [6]
    • Protictoides aprophatos Flynn e Galiano, 1982 [Eoceno Médio - América do Norte - Wyoming]
  • Gênero Simpsonictis MacIntyre, 1962 [7]
    • Simpsonictis jaynanneae Rigby, 1980 [8] [Paleoceno Médio - América do Norte - Wyoming]
    • Simpsonictis pegus Gingerich e Winkler, 1985 [Paleoceno Médio - América do Norte - Wyoming e Alberta]
    • Simpsonictis tenuis (Simpson, 1935) [Paleoceno Médio - América do Norte - Wyoming, Montana e Alberta]
  • Gênero Ictidopappus Simpson, 1935
    • Ictiopappus mustelinus Simpson, 1935 [Paleoceno Médio - América do Norte - Montana]
  • Gênero Pristinictis Fox e Youzwyshyn, 1994
    • Pristinictis comata Fox e Youzwyshyn, 1994 [Paleoceno Superior - América do Norte - Alberta]
  • Gênero Viverravus Marsh, 1872 [9]
    • Viverravus gracilis Marsh, 1872 [Eoceno Médio - América do Norte - Wyoming, Utah e Colorado]
    • Viverravus acutus Matthew e Granger, 1915 [Eoceno Inferior - América do Norte - Wyoming e Colorado]
    • Viverravus politus Matthew e Granger, 1915 [10] [Paleoceno Superior/Eoceno Inferior - América do Norte - Wyoming e Colorado]
    • Viverravus laytoni (Gingerich e Winkler, 1985) [11] [Paleoceno Superior - América do Norte - Wyoming]
    • Viverravus rosei Polly, 1997 [Eoceno Inferior - América do Norte - Wyoming]
    • Viverravus lutosus Gazin, 1952 [Eoceno Inferior e Médio - América do Norte - Wyoming e Colorado]
    • Viverravus minutus Wortman, 1901 [Eoceno Médio - América do Norte - Wyoming, Nevada, Utah e Colorado]
    • Viverravus sicarius Matthew, 1909 [Eoceno Médio - América do Norte - Wyoming, Colorado e Utah]
    • ?Viverravus vulpinus (Marsh, 1872) [12]
    • ?Viverravus nitidus Marsh, 1972 (nomen vanum)
  • Gênero Pappictidops Qiu e Li, 1977
    • Pappictidops orientalis Qiu e Li, 1977 [Paleoceno Superior - Ásia - Shanghuan, Qianshan Basin, China]
    • Pappictidops acies Wang, 1978 [Paleoceno Superior - Ásia - Shanghuan, Nanxiong Basin, China]
    • Pappictidops obtusus Wang, 1978 [Paleoceno Superior - Ásia - Shanghuan, Nanxiong Basin, China]

NotasEditar

  1. Considerado como possível sinônimo de D. leptomylus por Rose (1981), ou então, presumivelmente considerado sinônimo de D. leptomylus por Gingerich (1989), Clyde (2001), Gunnell e Bartels (2001).
  2. Considerado como sinônimo de D. proteus por Polly (1997), entretanto, considerado como um táxon válido por Secord, Gingerich, Smith, Clyde, Wilf e Singer (2006).
  3. Considerado como subgênero de Didymictis por MacIntyre (1966), e como gênero separado por Rigby (1980), Gingerich e Winkler (1985).
  4. Considerado como subgênero de Didymictis por Matthew (1937), e como gênero separado por MacIntyre (1966).
  5. Didymictis primus Cope, 1884 é um sinônimo segundo Matthew (1909) e Matthew (1937).
  6. Pode ser sinônimo de Protictis, Flynn e Galiano (1982) o descrevem como subgênero baseado em dois moleres. Gingerich e Winker (1985) questionam a validade do novo gênero devido a falta de material.
  7. Considerado como subgênero do Protictis por MacIntyre (1966), e como gênero separado por Rigby (1980), Gingerich e Winkler (1985).
  8. Considerado como um provável sinônimo de S. tenuis por Gingerich e Winkler (1985).
  9. Triacodon Marsh, 1871 é considerado como sinônimo, entretanto, foi suprimido pelo ICZN em 1988; não equivale ao Triacodon Cope, 1872.
  10. Protictis schaffi é considerado como sinônimo segundo Polly (1997).
  11. Viverravus browni é considerado como sinônimo por Polly (1997).
  12. Considerado como sinônimo subjetivo de V. gracilis por Wortman (1901) e Matthew (1909). Inicialmente foi nominado no gênero Harpalodon por Marsh, Thorpe (1923) sinonimizou-o com o gênero Miacis, entretanto, assegurou o táxon vulpinus no gênero Viverravus.

ReferênciasEditar

Ligações ExternasEditar