Abrir menu principal

Vrana é uma cidade histórica da Croácia.

Atualmente é um pequeno vilarejo rural na Croácia, mas, do século XI até 1537, quando os turcos a conquistaram, foi um dos mais importantes centros políticos e culturais da região. Sua importância se deveu à instalação na área de monges beneditinos e de cavaleiros templários e hospitalários.

Em 1076 o rei da Croácia, Zvonimir Dmitar, doou a cidade e o mosteiro ao papa Gregório VII, em sinal de lealdade, e a cidade se tornou o primeira sede diplomática papal na região eslava.

Ali foram mantidas por muito tempo as insígnias oficiais do Reino da Croácia. No século XII a Igreja doou a cidade aos cavaleiros templários, e a partir de 1312 se tornou uma posse dos hospitalários.

Nasceram em Vrana dois escultores famosos no Renascimento, Francesco Laurana e Luciano laurana, e o teólogo Thomas Ilirik.

Referências

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Vrana», especificamente desta versão.
  Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.