Waldomiro de Deus

pintor brasileiro

Waldomiro de Deus Souza (Itagibá, 12 de junho de 1944[1]) é um desenhista e pintor primitivista brasileiro[2].

Waldomiro de Deus
Waldomiro de Deus Souza
Nascimento 12 de junho de 1944
Itagibá
Nacionalidade Brasileiro
Ocupação pintor
Movimento estético primitivista

BiografiaEditar

Chegou na cidade de São Paulo em 1959 e começou a pintar em 1961. Com a ajuda do decorador Terry Della Stuffa, começa a produzir seus trabalhos de forma profissional e realizou sua primeira exposição em 1966 na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP).

Seu trabalho é influenciado por temas religiosos, criando imagens polêmicas, como ícones da igreja católica em mini-saia, cinta-ligas, botas e bermudas e por esses desenhos, é raptado pelo grupo Tradição Família e Propriedade, mas em pouco tempo é solto. Entre o final da década de 1960 e início de 1970, faz várias exposições na Inglaterra, Itália, Bélgica, Alemanha e Estados Unidos.

Com o passar do tempo, seus trabalhos passam a representar o folclore de sua terra natal: festas populares, histórias sobre mula-sem-cabeça e lobisomens, bem como imagens escatológicas e eróticas[3].

Em 1983, é premiado com a Awarding the Statue of Victory pelo Centro Studi e Ricerche Delle Nazioni[1] e em 2000 teve uma sala própria na Quinta Bienal Naifs do Brasil[1].

Referências

Ligação externaEditar

  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.