Walter Kaaden

Walter Kaaden.

Walter Kaaden (Pobershau, 1 de setembro de 1919 –– Thum, 3 de março de 1966) foi um engenheiro alemão que se tornou notório por seu aperfeiçoamento do motor de dois tempos enquanto trabalhava na fábrica da MZ.[1]

Sua compreensão das ondas de ressonância no sistema de exaustão do motor dois tempos o permitiu criar um motor que combinava a indução da válvula de disco com os escapamentos da câmara de expansão, conseguindo fazer com que um motor pela primeira vez conseguisse 200 bhp por litro com sua MZ 125cc,[2] lançando as fundações do que se tornaria o motor dois tempos moderno, ao ponto de, entre os anos de 1975 e 2001, quando as regras das competições de motovelocidade mudaram, nenhuma moto sem um motor dois tempos baseado no seu projeto conseguir vencer um título de qualquer categoria.[1]

Apesar do seu aperfeiçoamento do motor dois tempos, as motos correndo com um motor desenvolvido por ele resultaram em apenas 13 vitórias, e outros 105 pódios entre 1955 e 1976.[3] Isto se deu porque, em 1961, o principal piloto de fábrica da MZ, Ernst Degner, que também era um engenheiro formado, desertou da Alemanha Oriental com os projetos do motor de Kaaden –– que resultou no vice-campeonato de Degner em 1961 nas 125cc, com ele perdendo o título influenciado por sua deserção –– para o Japão após uma oferta significativa do presidente da Suzuki para Degner. Kaaden chegou a ser interrogado e considerado cúmplice pela Stasi, o que acabou afetando sua carreira. Degner venceu o título com uma Suzuki em 1962, embora tenha entrado em declínio a partir de então.[1]

Referências

  1. a b c «50 years ago: The Ernst Degner story». Consultado em 3 de maio de 2019 
  2. «Backmarker: Ernst Degner and MZ Secrets». Consultado em 3 de maio de 2019 
  3. MZ - the racers by Jan Leek, 650 Publications, 1991, ISBN 1-872982-01-8
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.