Wolfram Sievers

Wolfram Sievers (Hildesheim, 10 de julho de 1905Prisão de Landsberg, 2 de junho de 1948) foi oficial alemão e um dos dirigentes da Ahnenerbe de 1935 a 1945.[1]

Wolfram Sievers
Nascimento 10 de julho de 1905
Hildesheim
Morte 2 de junho de 1948 (42 anos)
Prisão de Landsberg
Cidadania Alemanha
Ocupação administrador, managing director
Empregador Personal Staff Reichsführer-SS, Reichsforschungsrat, Ahnenerbe
Lealdade Alemanha Nazista
Causa da morte forca

BiografiaEditar

Vendedor de livros, entrou para o NSDAP em 1929, e logo depois trabalhou em Dachau com August Hirt

Participou de experimentos de congelamento com prisioneiros de guerra. É estimado que ele foi responsável pela morte de 300 pessoas.

Sievers foi sentenciado a morte em 20 de Agosto de 1947 por crimes contra a humanidade no Processo contra os Médicos, e enforcado em 2 de Junho de 1948.

Referências

  1. Michael H. Kater: Das "Ahnenerbe" der SS 1935–1945. Oldenbourg Verlag, 2001, ISBN 3-486-56529-X

Ligações externasEditar