Abrir menu principal

Ximenia caffra, também conhecida como suurpruim, mtundakula, mpingi, tsvanzva, umThunduluka-obomvu, letshidi, moretologa e amatu nduluka, é uma pequena árvore ou pequeno arbusto que é pouco ramificado. Faz parte da família Olacaceae, que é nativa em todas as regiões tropicais. Em particular, é nativa de regiões do sudeste da África, principalmente Botsuana, Quénia, Malawi, Moçambique, África do Sul, Tanzânia, Uganda, Zâmbia e Zimbábue.[1] A árvore produz várias frutas anualmente. Estas são geralmente azedas com um sabor seco, no entanto, contém quantidades significativas de potássio.[2] A árvore em si é bastante resistente, com resistência à geada e tolerância à seca. A árvore, a fruta, a semente, as folhas e as raízes são todas usadas para consumo humano.

Referências

  1. C, Orwa, Mutua A, Kindt R, Jamnadass R e Simons A. "Ximenia Caffra". Banco de Dados Agroflorestal: Um Guia de Referência e Seleção de Árvores Versão 4.0. 2009. http://www.worldagroforestry.org/treedb2/AFTPDFS/Ximenia_caffra.pdf
  2. Ndhlala, AR, Muchuweti, M., Mupure, C., Chitindingu, K., Murenje, T., Kasiyamhuru, A., Benhura, MA (2008) Teor fenólico e perfis de frutos silvestres selecionados do Zimbábue: Ximena caffra, Artobotrys brachypetalus e Syzygium cordatum. Revista Internacional de Ciência e Tecnologia de Alimentos, vol. 43, p 1333-1337.