Xue Tao (768-831, em chinês 薛濤) Nasceu em Zhangan, capital dos T'ang. Após sua separação fez-se monja taoísta. Foi poetisa chinesa, considerada amiúde, junto com Yu Xuanji, como uma das duas poetisas mais delicadas da Dinastia Tang (618-907).

Xue Tao

Após a sua morte foram plantados bambus por todos os seus pátios, tornando-se no Parque de Wangjianglou (miradouro sobre o rio), em cujos 120.000 metros quadrados crescem mais de 150 variedades.

Ver tambémEditar

Poetas da dinastia TangEditar

  Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.