Abrir menu principal
Zuentiboldo
Reinado 895-900
Rainha Oda da Saxônia
Antecessor(a) Arnulfo da Caríntia
Sucessor(a) Luís, a Criança
Nascimento 1 de janeiro de 870
  Baviera(hoje Alemanha)
Morte 13 de agosto de 900
  Lotaríngia

Zuentiboldo (1 de janeiro de 87013 de agosto de 900), foi o filho ilegítimo do Imperador Arnulfo. Em 895, seu pai deu-lhe o trono de Lorena, que governou até sua morte. Ele tentou preservar a independência de seu Reino contra o Reino Franco Oriental, no entanto, após a sua morte foi sucedido por seu irmão, Luís, a Criança.[1]

VidaEditar

Início da vidaEditar

Zuentiboldo foi o filho ilegitimo do futuro Imperador romano Arnulfo da Caríntia, e Vinburga (18 de Maio de 898), uma de suas amantes. Ele nasceu durante o reinado de seu bisavô, Luis, o Germânico na Frância oriental (Atual Alemanha)

Zuentiboldo interveio na disputa pelo trono da Frância ocidental (França) entre o conde Odão de Paris e Carlos III, o Simples, mas eles começaram a trabalhar juntos contra ele, quando pareceu que ele estava tentando conquistar o trono da Frância ocidental para si. O filho mais velho de Arnulfo era o herdeiro ao trono da Frância oriental. De acordo com o Tratado de Meersen de 870 e o de Ribemont, de, o Reino da frança central ou reino de Lotaríngia foi derrubado e anexado pela Frância oriental. Em 893 a esposa do rei Arnulfo, Ota, deu à luz seu filho legítimo e sucessor de Zuentiboldo, Luís, a Criança, Zuentiboldo em compensação recebeu o título de rei da Lotaríngia.

Rei de LotaríngiaEditar

 
Retrato do rei Zuentiboldo

Através de um plano para integrar o reino da Lotaríngia ao reino da Frância oriental, o governo de Zuentiboldo foi ajudado por seu pai, e apoiado pelos arcebispos Herman I de Cologne e Ratbod de Tréveris, contra a resistência da nobreza local. Como ele ajudou muito a população local, ele começou a ser odiado pela nobreza em poucos anos. Ele estava lutando contra nobres não governantes quando seu pai, Arnulfo morreu em 899 e o filho legítimo dele, Luís, a Criança com seis anos de idade, se tornou o rei da Frância oriental.[1]

MorteEditar

Zuentiboldo desejava aproveitar-se da vantagem da sucessão de seu meio irmão para estabilizar completamente a independência do reino de Lotaríngia. Porém, depois que perdeu a assistência de seu pai, toda a nobreza apoiou Luis e pediu para ele intervir. Em 900, o Conde Reginaldo I de Langhals lutou contra Zuentiboldo e o feriu onde atualmente é Susteren. Depois da morte de Zuentiboldo, seu meio-irmão Luiz, a Criança da Frância oriental também governou Lotaríngia.[1]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c Collins, Roger (2010). Early Medieval Europe, 300-1000. [S.l.]: Palgrave Macmillan. ISBN 9781137014283 
Precedido por
Arnulfo da Caríntia
Rei de Lotaríngia
895-900
Sucedido por
Luís, a Criança