Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Álibi (desambiguação).

Álibi é um álbum musical de 1978 da cantora brasileira Maria Bethânia.

Álibi
Álbum de estúdio de Maria Bethânia
Lançamento 1978
Gênero(s) MPB
Duração 30:54
Gravadora(s) Polygram/Philips
Produção Perinho Albuquerque, Maria Bethânia
Cronologia de Maria Bethânia
Maria Bethânia e Caetano Veloso Ao Vivo
(1978)
Mel
(1979)

HistóriaEditar

O título foi originado da canção homônima do cantor brasileiro Djavan.

Foi o primeiro disco de uma cantora brasileira a ultrapassar a marca de 1 milhão de cópias vendidas.[1] O single da canção "Álibi" recebeu um disco de ouro e vendeu mais de 785 mil cópias no Brasil.[2]

Considerado um dos melhores discos da carreira da cantora, o disco coleciona sucessos, como "Sonho Meu", com participação da também baiana Gal Costa, "O Meu Amor", em dueto com Alcione, "Ronda", de Paulo Vanzolini, e "Explode Coração (Não Dá Mais Pra Segurar)" (autoria de Gonzaguinha), um dos maiores, ou talvez o maior sucesso da cantora.

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
All Music Guide       [3]
  Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

FaixasEditar

TítuloMúsica Duração
1. "Diamante Verdadeiro"  Caetano Veloso 2:04
2. "Álibi"  Djavan 3:35
3. "O Meu Amor" (com Alcione)Chico Buarque 3:20
4. "A Voz de Uma Pessoa Vitoriosa"  Waly Salomão / Caetano Veloso 2:44
5. "Ronda"  Paulo Vanzolini 2:05
6. "Explode Coração"  Gonzaguinha 2:06
7. "Negue"  Adelino Moreira / Enzo de Almeida Passos 3:58
8. "Sonho Meu" (com Gal Costa)Dona Ivone Lara / Délcio Carvalho 3:03
9. "De Todas as Maneiras"  Chico Buarque 1:53
10. "Cálice"  Gilberto Gil / Chico Buarque 3:19
11. "Interior"  Rosinha de Valença 2:40

Referências

  1. [1]
  2. Cêrrea, Terezinha (7 de agosto de 1979). «Roda Viva». Jornal do Commercio. Amazonas. Consultado em 28 de dezembro de 2020 
  3. Avaliação no All Music Guide
  Este artigo sobre um álbum de Maria Bethânia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.