Ángel Guido

Ángel Francisco Guido (29 de setembro de 189629 de maio de 1960) foi arquiteto, engenheiro, urbanista e historiados argentino, um dos criadores do Monumento Nacional a la Bandera e do Plan Regulador de 1935.

Ángel Guido
Antes de 1960
Nome completo Ángel Francisco Guido
Nascimento 29 de setembro de 1896
Rosário (Argentina)
Morte 29 de maio de 1960 (63 anos)
Rosário (Argentina)
Nacionalidade Argentino
Alma mater Universidade Nacional de Córdoba
Ocupação Arquiteto
Engenheiro civil
Movimento Movimento neocolonial
Obras notáveis Monumento Nacional a la Bandera

BiografiaEditar

Guido nasceu em Rosário em 1896, estudou na Universidade Nacional de Córdoba, se graduou como engenheiro civil em 1920 e como arquiteto em 1921.[1]

Morreu, também em Rosário, em 29 de maio de 1960. Seu corpo está enterrado no cemitério El Salvador.

Monumento a la BanderaEditar

Guido ficou conhecido por seu um dos criadores do Monumento Nacional a la Bandera. Em 1939, Guido ganho, junto com Alejandro Bustillo, um concurso de projetos que representa que ia ser construído. Assim, depois de 85 anos desde ele levar o Monumento pela primeira vez e de seus projetos frustrados, de 1872 e de 1909, a obra inauguro em 1957.

Outras obras na cidadeEditar

Em arquitetura, Guido é considerado como um referente ao movimento neocolonial. Foi autor de inúmeras obras em todo mundo, e em Rosário se destacam a chamada Casa Fracassi, na qual pertenceu ao doutor Teodoro Fracassi, a sede do clube Gimnasia y Esgrima e o Montevideo 2112.

Referências

  1. «Los Artistas» (em espanhol). Consultado em 23 de janeiro de 2010. Arquivado do original em 21 de abril de 2010 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.