Árvore filogenética

Disambig grey.svg Nota: Se procura outro significado para este conceito, veja Árvore da Vida.

Uma árvore filogenética é uma representação gráfica, em forma de árvore, apresentando as relações evolutivas entre várias espécies ou outras entidades que possam ter um ancestral comum. Em uma árvore filogenética, cada nodo (ou nó) com descendentes representa o mais recente antepassado comum, e os comprimentos dos ramos podem representar estimativas do tempo evolutivo. Cada nodo terminal em uma árvore filogenética é chamado de "unidade taxonômica". Nodos internos geralmente são chamados de "unidades taxonômicas hipotéticas".

Fig. 1: Exemplo de Arvore Filogenética
Árvore filogenética com raiz baseada na figura disponível em https://en.wikipedia.org/wiki/File:Phylogenetic_tree.svg, otimizada para cegos. A parte inferior da árvore é a raiz, que simboliza o ancestral universal comum a todos organismos. Há três copas: Bactérias (copa esquerda, letras a até i), Arquea (copa central, letras j até p), e Eucariotas (copa direita, letras q até z). Cada letra corresponde a um grupo de organismos, listados após esta descrição. Esta descrição e as letras precisam ser convertidas para Braille e impressas usando uma impressora apropriada. A figura pode ser impressa usando uma impressora 3D, em que o arquivo jpg é convertido a Código G usando um software como Cura.

As árvores filogenéticas são confeccionadas a partir de uma matriz contendo os dados disponíveis (morfológicos, químicos ou genéticos) sobre os táxons estudados. Estes dados são comparados, e os táxons agrupados em clados ou ramos de acordo com as semelhanças e diferenças entre si. Atualmente, há vários softwares disponíveis para a realização destes cálculos.

Pode ser de vários tipos:

  • Cladograma:representa o padrão das relações entre os nodos da árvore; o tamanho dos ramos não representa necessariamente a distância entre os nodos. O termo normalmente é usado para indicar o mesmo que árvore filogenética;[1]
  • Filograma:, representa o número de mudanças ocorridas entre os nodos;
  • Cronograma: eixo que representa o tempo.

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Reading trees: A quick review». Consultado em 29 de setembro de 2010 

Ligações externasEditar