Eventos que ocorreram em 1862 na Suécia

Monarcas editar

Eventos editar

  • 18 de junho - A liberalização da economia sueca é completada pela lei do comercio livre de 1864; todos os monopólios e privilégios das guildas foram abolidos e todas as formas de troca, artesanatos, industrias e outros negócios foram liberalizados e permitidos a prática livre em todas as cidades para todos os cidadãos independente de gênero ou idade.[1]
  • Rudberg publica uma revisão de sua planta da cidade de Stockholm. Uma nova reforma administrativa entra em vigor.[2]
  • Mulheres (não casadas, divorciadas e viúvas) na maioridade penal e que pagam impostos têm o direito de votar nas eleições municipais garantido, tornando a Suécia o primeiro país do mundo a legalizar o voto feminino.[3]
  • A Rainha Louise e a Princesa Louise fazem aulas de natação para Nancy Edberg, tornando natação socialmente aceita para mulheres.[4]
  • O seminário teológico Johannelunds Teologiska Högskola é fundado em Uppsala.
  • Peggy Hård é contratada como atendente em um banco de Stockholm, se tornando pioneira na profissão.

Nascimentos editar

 
Arvid Lindman, 12º Primeiro Ministro da Suécia .
  • 4 de fevereiro - Hjalmar Hammarskjöld, politico (m. 1953)
  • 1 de abril - Carl Charlier, astrônomo (m. 1934)
  • 8 de maio - Emilie Rathou, ativista (m. 1948)
  • 17 de julho - Oscar Levertin, poeta, crítico e historiador (m. 1938)[5]
  • 19 de setembro - Arvid Lindman, contra-almirante, empresário e político conservador (m. 1936)
  • 24 de setembro - Olof Bergqvist, bispo (m. 1940)
  • 26 de outubro - Hilma af Klint, pintor (m. 1944)
  • 22 de outubro - Alexandra Skolgund, ativista do direito das mulheres e politica (m. 1938)

Falecimentos editar

 
Autorretrato, Sofia Adlersparre .
  • 23 de março – Sofia Adlersparre, pintora (nascida em 1808 )
  • 21 de abril – Charlotta Eriksson, atriz (nascida em 1794)
  • 6 de setembro – Gustaf Erik Pasch, inventor e químico (nascido em 1788)
  • - Charlotta Arfwedson, condessa e artista politicamente ativa (nascida em 1776)

Referências editar

  1. Du Rietz, Anita, Kvinnors entreprenörskap: under 400 år, 1. uppl., Dialogos, Stockholm, 2013 p. 270
  2. Hall, Thomas (1999). Huvudstad i omvandling – Stockholms planering och utbyggnad under 700 år (in Swedish). Stockholm: Sveriges Radios förlag. ISBN 91-522-1810-4.
  3. P. Orman Ray: Woman Suffrage in Foreign Countries. The American Political Science Review. Vol. 12, No. 3 (Aug., 1918), pp. 469–474
  4. Idun (1890): Nr 15 (121)
  5. Evans, Hilary; Gjerde, Arild; Heijmans, Jeroen; Mallon, Bill; et al. «Carl-Emil Johansson». Sports Reference LLC (em inglês). Olympics em Sports-Reference.com. Consultado em 16 de novembro de 2014. Arquivado do original em 17 de abril de 2020