Abrir menu principal

66652 Borasisi

asteroide

66652 Borasisi é um objeto transnetuniano binário que está localizado no cinturão de Kuiper, uma região do Sistema Solar. Este corpo celeste é classificado como um provável cubewano. Ele possui uma magnitude absoluta de 5,9[1] e tem um diâmetro estimado com cerca de 126 km.[2] Este objeto é um sistema binário, o outro componente, Pabu, possui um diâmetro estimado em cerca de 103 km.[2][3]

Borasisi
Orbit5.gif
Número 66652
Data da descoberta 8 de setembro de 1999
Descoberto por Chad Trujillo
Jane X. Luu
David C. Jewitt
Categoria Transnetuniano
Cubewano
Homenagem a Borasisi
Precedido por (66651) 1999 RQ252
Sucedido por (66653) 1999 RS254
Elementos orbitais
Semieixo maior 43,575 UA
Periélio 39,827 UA
Afélio 47,323 UA
Excentricidade 0,086
Anomalia média 61,16 °
Inclinação 10,6°
Longitude do nó ascendente 84,84 °
Argumento do periastro 195 °
Satélites Pabu
Características físicas
Dimensões 126 km
Raio 63 km
Magnitude absoluta 5,9

DescobertaEditar

66652 Borasisi foi descoberto no dia 8 de setembro de 1999 por Chad Trujillo, Jane X. Luu e David C. Jewitt[1][4] e identificado como um sistema binário, em 23 de abril de 2003, por K. Noll e colegas usando o Telescópio Espacial Hubble.[3][4]

NomeEditar

Este corpo celeste recebeu o nome de Borasisi, que é a denominação de uma divindade ficcional retirada da novela Cat’s Cradle de 1963, do escritor Kurt Vonnegut.[5] No livro, Borasisi é o Sol e Pabu é o nome da Lua:[4]

Borasisi, o sol, e sua companheira Pabu, a lua, que em seus braços esperava que Pabu teria com ele um filho de fogo. Mas pobre Pabu deu à luz um filho frio. Então Pabu decidiu ir embora, e ela foi viver com seu filho favorito, que era a Terra.

ÓrbitaEditar

A órbita de 66652 Borasisi tem uma excentricidade de 0,086 e possui um semieixo maior de 43,575 UA. O seu periélio leva o mesmo a uma distância de 39,827 UA em relação ao Sol e seu afélio a 47,323 UA.[1]

SatéliteEditar

 
Ilustração esquemática de dois corpos com massa semelhante em órbita em torno de um baricentro comum (cruz vermelha) com órbitas elípticas. Borasisi e Pabu deve interagir de forma semelhante.

Foi descoberto em 2003 que 66652 Borasisi é um objeto binário com os componentes de tamanho comparável (cerca de 120–180 km) que orbitam o baricentro em órbita moderadamente elíptica.[6] A massa total do sistema é de cerca de 3,4 x 1018 kg.[7]

O companheiro (66652) Borasisi I, nomeado de Pabu orbita o primário em 46,2888 ± 0,0018 dia em uma órbita com semieixo maior de 4528 ± 12 km e excentricidade de 0,4700 ± 0,0018. A órbita está inclinada em relação à observação em cerca de 54° o que significa que é cerca de 35° a partir da posição do polo.[7]

ExploraçãoEditar

Por volta de 2005 Borasisi foi considerado como um alvo para a proposta da New Horizons 2, que faria um sobrevoo de Tritão/Netuno.[8]

Referências

  1. a b c «List Of Transneptunian Objects» (em inglês). The Minor Planet Center (MPC). Consultado em 4 de janeiro de 2016 
  2. a b «List of Known Trans-Neptunian Objects» (em inglês). Consultado em 4 de janeiro de 2016 
  3. a b «(66652) Borasisi and Pabu» (em inglês). Consultado em 4 de janeiro de 2016 
  4. a b c «JPL Small-Body Database Browser: 66652 Borasisi (1999 RZ253)» (em inglês). Consultado em 21 de maio de 2014 
  5. «Michael E. Brown, How I Killed Pluto and Why It Had It Coming» (em inglês). Consultado em 4 de janeiro de 2016 
  6. Keith S. Noll; Denise C. Stephens; Will M. Grundy & Ian Griffin (dezembro de 2004). «The orbit, mass, and albedo of transneptunian binary (66652) 1999 RZ253». Icarus. 172. Bibcode:2004Icar..172..402N. arXiv:astro-ph/0406588 . doi:10.1016/j.icarus.2004.06.009 
  7. a b Grundy, W. M.; Noll, K. S.; Nimmo, F.; Roe, H. G.; Buie, M. W.; Porter, S. B.; Benecchi, S. D.; Stephens, D. C.; Levison, H. F.; Stansberry, J. A. (2011). «Five new and three improved mutual orbits of transneptunian binaries» (pdf). Icarus. 213 (2). 678 páginas. Bibcode:2011Icar..213..678G. arXiv:1103.2751 . doi:10.1016/j.icarus.2011.03.012 
  8. «Final Report of the New Horizons II Review Panel» (PDF) (em inglês). Consultado em 21 de maio de 2014 

Ligações externasEditar