Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2010). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Searchtool.svg
Esta página ou seção foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde janeiro de 2018). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Ambox important.svg
Este artigo ou seção parece estar escrito em formato publicitário ou apologético (desde abril de 2010).
Por favor ajude a reescrever este artigo para que possa atingir um ponto de vista neutro, evitando assim conflitos de interesse.
Para casos explícitos de propaganda, em que o título ou todo o conteúdo do artigo seja considerado como um anúncio, considere usar {{ER|6|2=~~~~}}, regra nº 6 da eliminação rápida.
AllTV
País  Brasil
Fundação 6 de maio de 2002 (17 anos)
Pertence a Grupo AllTV
Proprietário Alberto Luchetti Neto
Cidade de origem São Paulo São Paulo, SP
Slogan A sua #TVdainternet
Página oficial alltv.com.br

Uma das primeiras Web TVs do Brasil, a AllTV começou a ser transmitida em 26 de abril de 2002. Em 6 de maio do mesmo ano, a emissora começou a ser transmitida 24 horas por dia. Hoje a AllTV transmite seus programas ao vivo em horários pré-determinados, mas não se mantém mais 24 horas no ar.

HistóriaEditar

Criada no Brasil pelo jornalista Alberto Luchetti Neto, a allTV é a primeira emissora de televisão no formato "crossmedia" do Brasil.

Começou sua transmissões experimentais em 26 de abril de 2002, no dia 6 de maio do mesmo ano se tornou 24 horas ao vivo, então, esta data se tornou a de fundação da emissora.

A principal característica da allTV era a interatividade dos seus "internautas/espectadores" com os apresentadores da emissora através de uma sala de bate-papo (chat) em toda a programação ao vivo 24 horas por dia, sete dias por semana. Novidade na época, o sistema de bate-papo (chat), possibilitava que o internauta participasse da programação com perguntas para os entrevistados.

Em 2005, a allTV inovou no gênero da "teledramaturgia" lançando a primeira novela interativa,[1] escrita por Leandro Barbieri e dirigida pelo mesmo juntamente com Silvia Cabezaolias. "Umas & Outras" que teve a participação ativa do internauta/espectador, dando rumo aos personagens e para a trama. A novela era exibida sempre em um programa especial apresentado pelo jornalista e escritor José Paulo Lanyi, com o capítulo inédito, e num outro programa a reprise sempre com a interatividade.[2]

A emissora possuía em sua programação principal programas jornalísticos e de variedades:

  • Web News, primeiro jornal da manhã apresentado pelos jornalistas Marcos Barrero, Caio Camargo, Ronald Gimenez, José Paulo Lanyi, Renato Loeb, Natália Gela, Alex Solnik, Chico Lang e Paulo Afonso
  • Jornal Interativo, jornal de fim de tarde apresentado por Lilian Coelho juntamente com uma equipe de "Webrepórteres" (repórteres da web, toda notícia que é publicada em sites na Internet é apurada pelos Webrepórteres e então apresentadas no programa)
  • Notícias Online, jornal de fim de noite, que traz um resumo das principais notícias do dia, apresentado por Wagner Belmonte, Viviane Ferrero, Marina Machado, José Paulo Lanyi, Christiano Blota, Renato Corona, Helena Calil e Ana Laura Fazoli
  • Fala Sério, programa entrevistas profissionais de vários segmentos
  • Olé, mesa redonda diária de futebol, dirigida pelos jornalistas Wagner Belmonte, Arthur Hendler, Felipe Vaz Guimarães, Rubens Baracho, Moacyr Victor Minerbo em seus primeiros 10 anos..
  • Cuecas de Plantão, apresentado por Ary Aguiar Jr., Bruno Seixas, Daniel Bisogni, é um programa onde as notícias e os acontecimentos da semana são revistos pela ótica masculina e com muito humor.
  • Comunique-se, apresentado por José Paulo Lanyi, Eduardo Ribeiro, Álvaro Bufarah, Marcel Naves, Ana Kalyne, Neide Martingo. Programa semanal de entrevistas com jornalistas e outros profissionais da mídia em parceria com o portal Comunique-se, do Rio de Janeiro.

TV a CaboEditar

A emissora esteve presente no line-up da TVA (TV por assinatura do grupo Abril, atual Vivo TV) em 2003/2004 primeiramente no canal da TV Millenium e depois em um canal independente entre os canais da TV Globo e Record TV. Entrou em caráter experimental por pouco mais de 6 meses e fez grande sucesso e repercussão entre os assinantes do sistema de tv. Naquela época, as emissoras de TV estavam começando a colocar os seus sinais de TV na Internet e a allTV o contrário, colocando a TV da Internet na TV a Cabo.

Cobertura do Festival de Inverno Campos do JordãoEditar

A allTV em conjunto com o Banco do Brasil fez a cobertura por um mês do Festival de Inverno de Campos do Jordão 2003. Em um estúdio montado na região de Capivari e junto a uma agência do Banco patrocinador, a emissora cobriu as festividades, curiosidades, notícias e fez uma programação especial ao vivo somando um total de 12 horas de programação diária.

DeclínioEditar

A AllTV não acompanhou bem o crescimento das plataformas digitais e passou a fazer transmissões fracionadas de programas ao vivo independentes. A emissora ainda não consegue se destacar diante das concorrentes, conforme números presentes em suas próprias transmissões no YouTube. No entanto a emissora voltou a receber notoriedade após começar a transmitir o programa Painel WW, com o jornalista William Waak.

Nova CasaEditar

Em abril de 2013, a allTV se juntou à produtora de conteúdo audiovisual Infiniti8 e com isso mudou do bairro Paraíso (zona sul da cidade de São Paulo) para o Ibirapuera. Em seguida, a emissora se fortaleceu com novos equipamentos, estúdios amplos e passou a ter uma renovação em sua grade de programação. Iniciou a transmissão por plataformas digitais (Facebook, YouTube e Twitter, além do próprio site) e a partir disso surgiu um processo de restruturação. Foi o inicio da integração para novos tipos de conteúdos.

Painel WWEditar

Após rescindido o seu contrato com a TV Globo, em 22 de dezembro de 2017[3], o jornalista William Waack foi convidado pelo fundador da AllTV, Alberto Luchetti, para integrar o que seria inicialmente um telejornal diário na emissora. [4]

Com uma produção bem acima dos padrões da AllTV, o programa batizado de Painel WW, com apresentação do jornalista William Waack foi produzido pela produtora paulista Infiniti e teve sua estreia em 14 de abril de 2018 como um periódico semanal. Waack já havia apresentado programas similares na Globo News.[5]

Em seu programa de estreia o jornalista recebeu três cientistas políticos: Carlos Mello, Bolivar Lamounier, Murilo Aragão, além de uma plateia composta por alunos de comunicação. Transmitido na AllTV, Facebook, YouTube e no vlog criado por Waack, o programa de estreia conseguiu cerca de 500 telespectadores simultâneos.[5]

Painel HaddadEditar

Estreou em Julho de 2019 pelo ex- candidato a presidência da República (2018) e ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad. Programa de entrevistas com personalidades da política e enconomia. Dirigido pelo jornalista Nunzio Briguglio, o formato tem duração de 30 minutos e exibido senpre as segundas-feiras às 20h na emissora e pelas redes sociais.


Lista de AfiliadasEditar

  • AllTV Cone Leste Paulista (possuia programas vinculados ao Vale do Paraíba)
  • AllTV Amazonia (possuia programas vinculados à Região Norte)
  • AllTV Pantanal (possuia programas vinculados à Região Centro-Oeste)

SlogansEditar

  • 2010 - Presente: Onde Você estiver, Estaremos com Você
  • 2009 - 2010: A TV da 2ª geração.
  • 2005 - 2008: Tudo ao mesmo tempo. Agora o tempo todo.
  • 2002 - 2005: A TV da Internet
  • 2005 - atual #TVdaInternet

PrêmiosEditar

  • 2002 - Mídia do ano - ABERJE/Fiesp
  • 2002 - Top de Marketing ADVB
  • 2005 - Prêmio ESSO de Jornalismo (Melhor contribuição ao Telejornalismo)
  • 2005 - Segunda melhor WebTV pelo Guia Info Exame 2005
  • 2006 - Melhor site de Notícias pelo Portal Imprensa
  • 2006 - Mídia do ano - ABERJE/Fiesp
  • 2006 - Top Comm Award (10+) - IPTV

Referências

Ligações externasEditar