A Cinza das Horas

A Cinza das Horas foi o primeiro livro de poesia do escritor brasileiro Manuel Bandeira, publicado em 1917.

A Cinza das Horas
Autor(es) Manuel Bandeira
Idioma Português
País Brasil Brasil
Lançamento 1917
Cronologia
(nenhum)
Carnaval

Marcado pelo tom fúnebre, em virtude da doença do autor, contém poemas parnasiano-simbolistas.

Ao publicar A Cinza das Horas, Bandeira não intencionava começar uma carreira literária, mas sim "dar-se a ilusão de não viver inteiramente ocioso", como disse depois.[1]

O eu-lírico vivencia o ato de morrer à medida que descreve sua agonia.

Referências

  Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.