A Ditadura Acabada

Trata-se do quinto e último volume da monumental obra de Elio Gaspari [1], A Ditadura Acabada, 2016, ela trata do período de 1976-1984.

Enredo editar

O início do Golpe de 1964, é marcado, segundo Gaspari, por atos de duas pessoas:

A ditadura acabada
Autor(es) Elio Gaspari
Idioma Língua portuguesa
Assunto História, Ditadura militar brasileira
Editora Intrínseca
Lançamento 6 de junho de 2016
Páginas 448
ISBN 8580579155
Cronologia
 
A Ditadura Encurralada (2015)
 

"Quando a notícia da rebelião do general Olympio Mourão Filho chegou à Vila Militar do Rio de Janeiro, na manhã de 31 de março de 1964, o capitão Heitor Ferreira e o tenente Freddie Ferdigão encontravam-se no quartel do 1º Regimento de Reconhecimento Mecanizado, o famoso RecMec. Tinham cursado juntos a Academia Militar das Agulhas Negras. Perdigão, de 26 anos, era um oficial comum, corpulento, bom articulador, e mantinha-se longe das movimentações políticas daqueles dias. Um ano mais velho, Heitor era um capitão napoleônico. Primeiro aluno de sua turma na AMAN, combatera na guerra de telefonemas da crise da renúncia de Jânio Quadros, em 1961, e gravitava em torno do coronéis e generais hostis ao governo do presidente João Goulart. Ao meio-dia, a tropa do I Exército foi colocada de prontidão." [2]

Deste modo é que Elio Gaspari inicia seu encerramento de sua pentalogia, com a mesma intensidade com que iniciou ou talvez, com um feeling ainda mais apurado, próprio de quem percorreu um caminho árduo.

Ver também editar

Referências

  1. https://exame.abril.com.br/revista-exame/a-ditadura-acabada-relata-fim-do-regime-militar-leia-trecho/
  2. (GASPARI, Elio. A Ditadura Acabada. 5. vol. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2016, p.13)

Bibliografia editar

  • Calil, Gilberto (2017). «Revisionismo e embates em torno da memória: a abordagem de Elio Gaspari sobre a repressão e a resistência à ditadura brasileira». In: Ana Sofia Ferreira, João Madeira, Pau Casanellas (eds.). Violência política no século XX . Um balanço (PDF). Lisboa: Instituto de História Contemporânea – NOVA FCSH. pp. 56–69. ISBN 978-989-98388-3-3 
  Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.