Abrir menu principal
A Leitora
La Liseuse
Autor Jean-Honoré Fragonard
Data 1772
Género Pintura
Técnica Óleo sobre tela
Dimensões 81.1  × 64.8 
Localização Galeria Nacional de Arte, Washington, D.C.

A Leitora (em francês: La Liseuse), também conhecida como A Jovem Leitora (La Jeune Fille lisant), é uma pintura do século XVIII a óleo sobre tela do pintor francês Jean-Honoré Fragonard. Encontra-se exposta na Galeria Nacional de Arte, em Washington, Distrito de Colúmbia, nos Estados Unidos.[1]

PinturaEditar

A pintura mostra uma jovem usando um vestido longo amarelo, de gola branca e um laço de fita púrpura na cabeça. Ela está sentada em uma cadeira com uma almofada nas costas e segura um livro com a mão direita.

A obra é mais uma pintura de género, sendo um retrato da vida quotidiana burguesa. O nome da leitora é desconhecido, mas uma fotografia de raio-X revelou que a tela originalmente apresentava um olhar diferente da cabeça, na direção do visor, onde Fragonard pintou.[2][3][4] É uma das pinturas realizadas de forma rápida pelo artista, que caracteriza as jovens mulheres, conhecidas como figuras de fantasia (figures de fantaisie).[5]

A pintura não era uma obra académica completada, e, provavelmente, passou pelas mãos de vários colecionadores e comerciantes franceses. Foi comprada pelo cirurgião Théodore Tuffier antes de chegar aos Estados Unidos na década de 1930. Lá, pertenceu à coleção de Alfred W. Erickson, fundador da agência de publicidade McCann Erickson, em Nova Iorque, . A pintura foi herdada pela esposa, Anna Edith McCann Erickson, no ano de 1936. Depois que ela morreu, em 1961, a pintura acabou sendo comprada pela Galeria Nacional de Arte.[6]

Outras obras de Fragonard podem ser inseridas no universo da educação no qual está a obra analisada, como A Lição de Música e O Estudo. Esse tema recebeu destaque na obra do pintor, sendo que, no Museu de Arte de São Paulo (MASP), a obra A Educação faz tudo é uma das mais referenciadas do pintor. Nota-se, ainda, que o universo da educação está atrelado ao da burguesia, levando em conta o contexto histórico ao qual o artista e as figuras retratadas pertenciam.[7]

Referências

  1. «Young Girl Reading» (em inglês). Galeria Nacional de Arte. Consultado em 6 de dezembro de 2015 
  2. B. Bailey, Colin (2003). The Age of Watteau, Chardin, and Fragonard: Masterpieces of French Genre Painting (em inglês). New Haven: Yale University Press. p. 286–287. 420 páginas. ISBN 9780300099461 
  3. Jr. Taft, W.Stanley (2000). The Science of Paintings (em inglês). [S.l.]: Springer Press. p. 79–80. 236 páginas. ISBN 9780387987224 
  4. Beeson, Steve. «Submodule 3: A Young Girl Reading» (em inglês). Universidade do Estado do Arizona. Consultado em 6 de dezembro de 2015 
  5. The Art of JAMA II Covers and Essays From The Journal of the American Medical Association (em inglês). [S.l.]: AMA Bookstore. 2001. p. 70. 224 páginas. ISBN 9781579471590 
  6. Bergman-Carton, Janis (1995). The Woman of Ideas in French Art, 1830-1848 (em inglês). New Haven: Yale University Press. p. 11. 280 páginas. ISBN 9780300053807 
  7. LIMA, Licínio (2010). «A Educação faz tudo?». Revista Lusófona de Educação. Consultado em 20 de setembro de 2017 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre A Leitora
  Este artigo sobre pintura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.