Abrir menu principal

A Mãe (Rodrigo Leão)

(Redirecionado de A Mãe)
A Mãe
Álbum de estúdio de Rodrigo Leão
Lançamento 2009
Gravação 2009
Gênero(s) clássica, pop
Duração 63:03
Idioma(s) português, inglês, castelhano, russo
Formato(s) CD
Gravadora(s) Difference
Produção Tiago Lopes, Pedro Oliveira e Rodrigo Leão
Cronologia de Rodrigo Leão
Portugal, Um Retrato Social
(2007)
In Memoriam
(2010)
Portal A Wikipédia possui o
Portal da Música


A Mãe foi o nono trabalho e sexto álbum de originais de Rodrigo Leão, produzido em 2009, surgindo na capa creditado a «Rodrigo Leão & Cinema Ensemble».[1] O álbum, dedicado à mãe do músico e compositor, falecida nesse ano,[2] foi considerado pela revista Les Inrockuptibles um dos melhores na categoria «world, jazz et chanson», surgindo na 5.ª posição do seu Top 20 de 2010.[3]

O álbum conta com a participação de, entre outros, o irlandês Neil Hannon (The Divine Comedy), o inglês Stuart A. Staples (Tindersticks) e o argentino Daniel Melingo, incluindo faixas com títulos e letras em português, inglês, castelhano e russo.

Três das faixas deste álbum integraram a banda sonora da série de televisão Equador, transmitida no mesmo ano.[4]

FaixasEditar

Faixa Título Música Letra Participação especial Duração Observações
1 Histórias Rodrigo Leão 03:30 Incluídas na banda sonora original da série Equador
2 Vida Tão Estranha Rodrigo Leão Ana Carolina 03:18
3 A Corda Rodrigo Leão Ana Carolina 03:07
4 Pássaros de Panjim Rodrigo Leão 01:45
5 This Light Holds So Many Colours Rodrigo Leão Stuart A. Staples Stuart A. Staples (voz) 05:03
6 A Mãe Rodrigo Leão 03:35 Incluída na banda sonora original da série Equador
7 O Relógio Rodrigo Leão 02:06
8 Cathy Rodrigo Leão Neil Hannon Neil Hannon (voz) 04:47
9 Viagem a Goa Rodrigo Leão 02:37
10 Sleepless Heart Rodrigo Leão, Ana Vieira e Pedro Oliveira Ana Carolina 05:16
11 Estoril Rodrigo Leão 02:47
12 Segredos Rodrigo Leão e Ana Vieira[5] Ana Carolina 04:29
13 1939 Rodrigo Leão 03:52
14 Canciones Negras Rodrigo Leão João Pedro Diniz 03:46
15 No Sé Nada Rodrigo Leão Daniel Melingo Daniel Melingo (voz) 04:16
16 Ya Skaju Tebe Rodrigo Leão Viviena Tupikova e Ana Vieira 03:33
17 4º Piso Rodrigo Leão 01:39
18 O Futuro Rodrigo Leão 03:37 Faixa extra (bonus track), não presente em todas as edições deste CD.

CréditosEditar

Cinema EnsembleEditar

  • Ana Vieira – voz
  • Celina da Piedade – acordeão e metalofone
  • Viviena Tupikova – violino
  • Bruno Silva – viola
  • Marco Pereira – violoncelo
  • Luís Aires – baixo
  • Luís San Payo – bateria

Participações especiaisEditar

Outras participaçõesEditar

  • João Eleutério – guitarra eléctrica, metalofone e percussão
  • Tiago Lopes – baixo, metalofone e percussão
  • João Portela – guitarra eléctrica
  • Pedro Oliveira – guitarra eléctrica
  • Ruben Costa – guitarra eléctrica
  • Pedro Wallenstein – contrabaixo
  • Claus Nymark – trombone
  • Sinfonietta de Lisboa (direcção: Vasco Pearce de Azevedo)

Prémios e distinçõesEditar

Esta é uma lista de prémios e distinções atribuídos a Rodrigo Leão relativamente ao seu álbum A Mãe:

Ano Entidade Prémio ou distinção Categoria Resultado
2010 Televisão SIC / Revista Caras Globos de Ouro 2009 Música: Melhor Intérprete Individual[6] Nomeado [7][8]
Revista Les Inrockuptibles (França) «Top albums» (Top 20) «World, jazz et chanson»: A Mãe n.º 5 [3]

Notas e Referências

  1. Site oficial de Rodrigo Leão: Discografia Arquivado em 11 de agosto de 2011, no Wayback Machine.
  2. RTP Notícias (Antena 1), notícia de 22/06/2009, áudio: 0'18". Acedido a 17/06/2011.
  3. a b Les Inrockuptibles, "World, jazz, chanson : notre top albums 2010", artigo de 31/12/2010. Acedido a 17/06/2011.
  4. Fonoteca Municipal de Lisboa, Catálogo, Cota 590.EQU.25115+[ligação inativa]. Acedido a 17/06/2011.
  5. Nos créditos do álbum A Mãe, Rodrigo Leão e Ana Vieira constam como autores da música e Ana Carolina como autora da letra; na versão (instrumental) incluída no EP In Memoriam que acompanha a edição de 2010 de Ave Mundi Luminar, Rodrigo Leão surge (por lapso?) como único autor.
  6. O prémio de Melhor Intérprete Individual é, conforme a designação indica, atribuído ao artista e não a uma obra sua em concreto. No entanto, sendo esta nomeação relativa ao ano de lançamento do álbum A Mãe, pode considerar-se que a distinção está de alguma forma associada à edição da obra em causa.
  7. Blitz, "Globos de Ouro: conheça os nomeados de música" Arquivado em 1 de maio de 2010, no Wayback Machine., notícia de 28/04/2010. Acedido a 17/06/2011.
  8. Caras, "Ana Moura eleita Melhor Intérprete Individual" Arquivado em 27 de maio de 2010, no Wayback Machine., notícia de 23/05/2010. Acedido a 17/06/2011.

Ligações externasEditar