A Passage to India

Disambig grey.svg Nota: Se procura o filme de David Lean, veja A Passage to India (filme).

Uma Passagem para a Índia (no original, A Passage to India) é um livro do escritor britânico E. M. Forster, publicado em 1924, tendo como pano de fundo a Índia britânica e o movimento de independência da Índia na década de 1920. Foi selecionado como uma das 100 grandes obras da literatura inglesa do século 20 pela Modern Library[1] e ganhou o James Tait Black Memorial Prize de 1924 para ficção.[2] A revista Time incluiu o romance em sua lista "All Time 100 Novels".[3] O romance é baseado nas experiências de Forster na Índia, com o título derivando do poema de 1870 de Walt Whitman "Passage to India" em Leaves of Grass.[4][5]

Reconstitui, de maneira ficcional, aspectos da colonização inglesa na Índia, detendo-se sobretudo no conflito que se estabeleceu durante o contato de duas culturas tão diferentes. Uma passagem para a Índia mistura o relato de viagem à análise da sociedade que se criou com a chegada dos colonizadores.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Lewis, Paul (20 de julho de 1998). «'Ulysses' at Top As Panel Picks 100 Best Novels». The New York Times. Consultado em 8 de janeiro de 2015. Cópia arquivada em 8 de janeiro de 2015 
  2. «Fiction winners Award winners». The University of Edinburgh. 22 de agosto de 2014. Consultado em 8 de janeiro de 2015. Cópia arquivada em 31 de outubro de 2013 
  3. «All Time 100 Novels». Time. 16 de outubro de 2005. Consultado em 23 de abril de 2010. Cópia arquivada em 13 de março de 2010 
  4. Sarker, Sunil Kumar (1 de janeiro de 2007). A Companion to E.M. Forster. [S.l.]: Atlantic Publishers & Dist. p. 702. ISBN 978-81-269-0750-2. Consultado em 8 de janeiro de 2015 
  5. Kummings, Donald D. (19 de outubro de 2009). A Companion to Walt Whitman. [S.l.]: John Wiley & Sons. p. 21. ISBN 978-1-4051-9551-5. Consultado em 8 de janeiro de 2015 
  Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.