Abrir menu principal

Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus

Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus
Álbum de estúdio de Nick Cave and the Bad Seeds
Lançamento 20 de Setembro de 2004
Gravação Março–Abril de 2004
Estúdio(s) Ferber em Paris, França
Gênero(s) Rock alternativo
Duração 82:30
Gravadora(s) Mute
Produção Nick Launay
Cronologia de Nick Cave and the Bad Seeds
Nocturama
(2003)
B-Sides & Rarities
(2005)
Singles de Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus
  1. "Nature Boy"
    Lançamento: 6 de Setembro de 2004
  2. "Breathless / There She Goes, My Beautiful World"
    Lançamento: 15 de Novembro de 2004
  3. "Get Ready for Love"
    Lançamento: 14 de Março de 2005

Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus é o décimo terceiro álbum de estúdio da banda Australiana de rock alternativo Nick Cave and the Bad Seeds, lançado em 20 de Setembro de 2004 na Mute Records. É um álbum duplo com um total de dezessete faixas, sendo nove no Abattoir Blues e oito no The Lyre of Orpheus.

HistóriaEditar

O álbum foi produzido por Nick Launay no estúdio Ferber em Paris entre Março e Abril de 2004. Nick Cave usou a seguinte formação dos The Bad Seeds: Mick Harvey, Thomas Wydler, Martyn Casey, Conway Savage, Jim Sclavunos, Warren Ellis e James Johnston. Foi o primeiro álbum do grupo aonde Blixa Bargeld não participou – Johnstonficou no lugar dele. Cave decidiu dividir a bateria para dois, Sclavunos no Abattoir Blues e Wydler no The Lyre of Orpheus. De acordo com Launay, o álbum ficou completo em doze dias .[1]

O lançamento do álbum foi promovido com o Abattoir Blues Tour, por onde viajou pela Europa entre 2 de Novembro até 5 de Dezembro. Em Janeiro de 2007 um álbum duplo ao vivo e um DVD foi lançado como The Abattoir Blues Tour. A última faixa de Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus, "O Children", foi incluído no filme de 2010 Harry Potter and the Deathly Hallows – Part 1, e a canção é referenciada como uma conquista no jogo Lego Harry Potter: Years 5–7. Em Março de 2005, para complementar o sucesso do álbum duplo, Nick Cave and the Bad Seeds lançou B-Sides & Rarities, um álbum triplo, 56 faixas de A-sides e B-sides, raridades, e faixas que apareceram em trilha sonoras de filmes.

Recepção críticaEditar

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic 88/100[2]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic      [3]
Blender      [4]
Entertainment Weekly A−[5]
The Guardian      [6]
Mojo      [7]
NME 9/10[8]
Pitchfork Media 7.6/10 (2004)[9]
9.0/10 (2012)[10]
Q      [11]
Rolling Stone      [12]
Spin B[13]

O álbum recebeu 88 de um total de 100 no Metacritic, indicando "aclamação universal".[2]

Susan Carpenter do Los Angeles Times descreveu Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus como "uma recompensa de rock gótico" e notou que "os números mais condutores e ameaçadores foram separados das lentas e indecentes em um álbum duplo que não aparenta ter sido dividido no meio, mas sim dois álbuns distintos lançados de forma simultânea em uma embalagem só."[14] Thom Jurek do AllMusic descreveu Abattoir Blues como "um álbum de rock & roll... banhado em pathos, volume dobrado, cheio de pontos críticos, punição – e gosto" e The Lyre of Orpheus como "muito mais quieto, um relacionamento mais elegante... mais conscientemente contido, sua atenção em montar um gosto mais teatral é mais prevalente.".[3] Greg Simpson do Punknews.org disse que Abattoir Blues "é bem levado ao blues mesmo, um álbum de rock and roll com bastante canções raivosas e linhas de baixo pesadas," enquanto The Lyre of Orpheus "insiste em ser um álbum separado, por causa de seu jeito completamente diferente e mais gentil."[15]

Em uma crítica de cinco estrelas, Tiny Mix Tapes escreveu que por mais que Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus "possa não ser o melhor jeito de se introduzir" a banda, "este álbum recompensa qualquer fã com um pouco de tudo que eles tem a oferecer."[16] Paste deu ao álbum 8 de 10 e disse: "Tirando o poder da música e das letras, o set desenhado por Cave demonstra seu persona [...]".[17]

O site Pitchfork Media colocou Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus na 180ª posição em sua lista dos 200 melhores álbuns dos anos 2000.[18] O álbum também foi incluído no livro 1001 Albums You Must Hear Before You Die.[19]

ParadasEditar

Seu pico foi a 5ª posição na ARIA Albums Chart. O álbum ficou em primeiro lugar na Noruega, em segundo lugar na Áustria e Dinamarca, e em décimo na Bélgia, Finlândia, Itália, Países Baixos, Portugal e Suécia.[20] O álbum atingiu o primeiro lugar na Foreign Albums Chart, na Grécia, aonde também recebeu um certificado de ouro.[21]

Lista de faixasEditar

Todas as canções escritas e compostas por Nick Cave a não ser que esteja escrito. 

Disco um: Abattoir Blues
N.º Título Duração
1. "Get Ready for Love" (Nick Cave, Warren Ellis, Martyn P. Casey, Jim Sclavunos) 5:05
2. "Cannibal's Hymn"   4:54
3. "Hiding All Away"   6:31
4. "Messiah Ward"   5:14
5. "There She Goes, My Beautiful World"   5:17
6. "Nature Boy" (Cave, Ellis, Casey, Sclavunos) 4:54
7. "Abattoir Blues" (Cave, Ellis) 3:58
8. "Let the Bells Ring" (Cave, Ellis) 4:26
9. "Fable of the Brown Ape"   2:45
Duração total:
43:05
Disco dois: The Lyre of Orpheus
N.º Título Duração
1. "The Lyre of Orpheus" (Cave, Ellis, Casey, Sclavunos) 5:36
2. "Breathless"   3:13
3. "Babe, You Turn Me On"   4:21
4. "Easy Money"   6:43
5. "Supernaturally"   4:37
6. "Spell" (Cave, Ellis, Casey, Sclavunos) 4:25
7. "Carry Me"   3:37
8. "O Children"   6:51
Duração total:
39:25

IntegrantesEditar

Todas as informações sobre os integrantes do Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus estão escritos no encarte do mesmo.[22]

Posição nas paradasEditar

Referências

  1. «"Interview With Nick Launay"»  HitQuarters, 16 November 2009.
  2. a b «Reviews for Abattoir Blues / The Lyre Of Orpheus by Nick Cave And The Bad Seeds». Metacritic. Consultado em 30 de setembro de 2011 
  3. a b Jurek, Thom. «Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus – Nick Cave / Nick Cave & the Bad Seeds». AllMusic. Consultado em 30 de setembro de 2011 
  4. Lysnkey, Dorian (novembro de 2004). «Nick Cave and the Bad Seeds: Abattoir Blues/The Lyre Of Orpheus» 31 ed. Blender: 131. Consultado em 10 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2004 
  5. Browne, David (29 de outubro de 2004). «The latest by Nick Cave and Leonard Cohen». Entertainment Weekly. Consultado em 27 de fevereiro de 2013 
  6. Petridis, Alexis (16 de setembro de 2004). «Nick Cave and the Bad Seeds, Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus». The Guardian. London. Consultado em 8 de março de 2012 
  7. «Nick Cave and the Bad Seeds: Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus» 131 ed. Mojo: 94. Outubro de 2004 
  8. «Nick Cave and the Bad Seeds: Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus». NME: 64. 25 de setembro de 2004 
  9. Murphy, Matthew (5 de outubro de 2004). «Nick Cave & the Bad Seeds: Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus». Pitchfork Media. Consultado em 31 de outubro de 2015 
  10. Berman, Stuart (7 de abril de 2012). «Nick Cave & the Bad Seeds: Reissues». Pitchfork Media. Consultado em 31 de outubro de 2015 
  11. «Nick Cave and the Bad Seeds: Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus» 219 ed. Q: 115. Outubro de 2004 
  12. Blashill, Pat (25 de novembro de 2004). «Nick Cave: Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus». Rolling Stone. Consultado em 31 de outubro de 2015. Cópia arquivada em 2 de outubro de 2007 
  13. Wolk, Douglas (dezembro de 2004). «Nick Cave & the Bad Seeds: Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus» 12 ed. Spin. 20: 118. Consultado em 31 de outubro de 2015 
  14. Carpenter, Susan (28 de outubro de 2004). «A fertile mind for dark tales». Los Angeles Times. Consultado em 2 de janeiro de 2012 
  15. greg0rb (29 de outubro de 2004). «Nick Cave and the Bad Seeds – Abattoir Blues / The Lyre Of Orpheus». Punknews.org. Consultado em 27 de fevereiro de 2013 
  16. Grigsby. «Nick Cave – Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus (& The Bad Seeds)». Tiny Mix Tapes. Consultado em 27 de fevereiro de 2013 
  17. Sheridan, Tim (1 de outubro de 2004). «Nick Cave & The Bad Seeds: Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus». Paste. Consultado em 27 de fevereiro de 2013 
  18. Pitchfork staff (28 de setembro de 2009). «The Top 200 Albums of the 2000s: 200-151». Pitchfork Media. Consultado em 1 de outubro de 2009 
  19. Robert Dimery; Michael Lydon (23 de março de 2010). 1001 Albums You Must Hear Before You Die: Revised and Updated Edition. [S.l.]: Universe. ISBN 978-0-7893-2074-2 
  20. «Nick Cave & The Bad Seeds – Abattoir Blues / The Lyre of Orpheus». Australian Charts Portal. Hung Medien. Consultado em 29 de setembro de 2011 
  21. «Internet Archive Wayback Machine». Web.archive.org. 4 de fevereiro de 2005. Consultado em 10 de abril de 2012. Arquivado do original em 4 de fevereiro de 2005 
  22. Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus (CD). Nick Cave and the Bad Seeds. Mute Records. 2004. 0724386467003 
  23. «Nick Cave & the Bad Seeds – Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus». austriancharts.at. Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  24. «Nick Cave & the Bad Seeds – Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus». australian-charts.com. Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  25. «Nick Cave & the Bad Seeds – Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus». Ultratop. Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  26. «Nick Cave & the Bad Seeds – Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus». Ultratop. Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  27. «Nick Cave & the Bad Seeds – Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus». danishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  28. «Nick Cave & the Bad Seeds – Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus». dutchcharts.nl. Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  29. a b «Discography Nick Cave». finnishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  30. «Nick Cave & the Bad Seeds – Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus». lescharts.com Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  31. a b «Suche nach "Nick Cave"» [Search for "Nick Cave"]. Media Control Charts. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  32. «Ελληνικό Chart» [Greek Chart]. IFPI Greece. Consultado em 21 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 4 de fevereiro de 2005 
  33. a b «Discography Nick Cave». irish-charts.com. Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  34. a b «Nick Cave & the Bad Seeds – Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus». italiancharts.com. Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  35. «Nick Cave & the Bad Seeds – Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus». charts.org.nz. Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  36. «Nick Cave & the Bad Seeds – Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus». norwegiancharts.com. Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  37. «Nick Cave & the Bad Seeds – Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus». portuguesecharts.com. Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  38. «Nick Cave & the Bad Seeds – Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus». swedishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  39. «Nick Cave & the Bad Seeds – Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus». Hitparade. Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  40. a b «Nick Cave & the Bad Seeds | Artist». The Official Charts Company. Consultado em 21 de agosto de 2012 
  41. a b c Abattoir Blues/The Lyre of Orpheus – Nick Cave & the Bad Seeds: Awards (em inglês) no Allmusic
  42. «Nick Cave & the Bad Seeds – Get Ready for Love». spanishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 21 de agosto de 2012