Abderramão ibne Rabia

Abderramão,[1] Abederramão,[2] Abderramane[3] ou Abederramane[4] ibne Rabia (em árabe: عبدالرحمن بن ربيعة, ʿAbd ar-Raḥmān ibn Rabīʿah) foi um general árabe do Califado Ortodoxo. Pode ter sido o irmão de Salmã ibne Rabia, o governador militar da Armênia sob o califa omíada Omar (r. 634–644). Foi confiado com a missão de submeter os cazares e invadiu o norte do Cáucaso com este objetivo em 642. Em 651/652, tentou avançar sobre a capital cazar, Balanjar, mas os árabes foram derrotados numa batalha diante da cidade. O irmão de Abderramão, Salmã, foi morto junto com 4 000 soldados muçulmanos.[5][6]

Abderramão ibne Rabia
Morte século VII
Nacionalidade Califado Ortodoxo
Etnia árabe
Ocupação Oficial
Religião Islamismo

Referências

  1. Alves 2014, p. 59.
  2. Serrão 1977, p. 57.
  3. Losa 1982, p. 39.
  4. Ocidente 1955, p. 101.
  5. Brook 2006, p. 126.
  6. Barthold 1997, p. 1173.

BibliografiaEditar

  • Alves, Adalberto (2014). Dicionário de Arabismos da Língua Portuguesa. Lisboa: Leya. ISBN 9722721798 
  • Barthold, W.; Golden, P. (1997). «Khazars». The Encyclopedia of Islam, New Edition, Volume IV: Ira–Kha. Leida e Nova Iorque: BRILL. pp. 1172–1181. ISBN 90-04-05745-5 
  • Brook, Kevin Alan (2006). The Jews of Khazaria, Second Edition. Plemua: Rowman & Littlefield Publishers, Inc. ISBN 978-0-7425-4982-1 
  • Losa, António (1982). «Colecção de moedas árabes do Museu de Pio XII (Braga)». Guimarães. Revista Guimarães 
  • «Ocidente». 49. 1955 
  • Serrão, Joaquim Veríssimo (1977). História de Portugal: Estado, pátria e nação (1080-1415). Lisboa: Editorial Verbo