Abetarda-comum

Como ler uma infocaixa de taxonomiaAbetarda-comum
Dabao.jpg
Estado de conservação
Espécie vulnerável
Vulnerável (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Otidiformes
Gruiformes
Família: Otididae
Género: Otis
Linnaeus, 1758
Espécie: O. tarda
Nome binomial
Otis tarda
Linnaeus, 1758

A abetarda-comum (Otis tarda) é uma ave estepária da ordem otidiformes[1] (tradicionalmente era classificada entre os gruiformes).

Distribuição geográfica e habitatEditar

É a mais pesada das aves européias, sendo dificilmente observável quer pela sua timidez quer pelo decréscimo acelerado da sua população. Na Europa a sua presença encontra-se limitada à Rússia e à Península Ibérica, em habitats relacionados com a prática de agricultura cerealífera extensiva. Em Portugal existem algumas centenas de espécimes, essencialmente no Alentejo.

CaracterísticasEditar

  • Comprimento: Até 0,90 m
  • Peso: Macho, até 16 kg
  • Plumagem: Marrom com listras pretas no dorso e peito branco.
  • Ovos 2 ou 3 de cada vez
  • Período de incubação: 24 dias

ComportamentoEditar

 
Otis tarda - MHNT

É uma ave grande, mas com um único meio de defesa: a fuga. Por causa disso, ela é extremamente esquiva e assustadiça. A menor mudança no seu ambiente familiar provoca a sua suspeita, e até mesmo uma simples pedra revirada pode torná-la cautelosa. Nunca se arrisca. Quando perturbada tende a correr para se afastar do local rapidamente, se bem que também pode levantar voo. Passa o seu tempo escondida entre as plantações de cereais e nas estepes da Europa oriental, Norte da África e Península Ibérica. No inverno é encontrada também na Austrália, na Índia, no sul e no centro da África. Mas esconder-se, no seu caso, não é fácil, pois é uma das maiores aves.

A abetarda vive em bandos de cerca de 20 indivíduos, alimentando-se de plantas, sementes e insetos. Em fevereiro, começa a estação de acasalamento e o comportamento dessa ave muda muito: os grupos se desfazem e as aves andam sem rumo, até o início da época em que vão para o campo construir ninhos[carece de fontes?]. Estranhamente, quando nascem os filhotes, essa ave cautelosa passa a atrair os intrusos[carece de fontes?] com o objectivo de os afastar das crias.

Referências

  1. «Bustards, Rails and Allies». IOC World Bird List (em inglês). Consultado em 21 de Abril de 2010 

Ligações externasEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Imagens e media no Commons
  Diretório no Wikispecies