Abolição das corridas de touros na Catalunha

A abolição das corridas de touros na Catalunha foi aprovada pelo Parlamento da Catalunha, em 28 de julho de 2010 a partir de uma iniciativa legislativa popular originária da Catalunha (Espanha) pela Plataforma Prou! para obter a proibição de touradas na Catalunha.[1] A votação foi de 68 votos a favor, 55 contra e 9 abstenções.[2] A comunidade autónoma da Catalunha, assim, se torna a segunda região da Espanha com proibição de corridas de touros após as Ilhas Canárias em 1991.[3]

A adoção da ILP revoga a exceção do parágrafo segundo do artigo 6.º da Lei de Proteção Animal.[4][5]

VotosEditar

 
Resultado da votação do Parlamento da Catalunha.
Sim Não Abs
Convergència i Unió (CiU) 32 7 6
Partido Socialista da Catalunha (PSC) 3 31 3
Esquerda Republicana da Catalunha (ERC) 21
Partido Popular da Catalunha (PP) 14
Iniciativa per Catalunya Verds-EUiA (ICV-EUiA) 12
Ciutadans - Partit de la Ciutadania (C's) 3
TOTAL 68 55 9

Referências

  1. «La prohibició de les corrides de braus a Catalunya es debat el 28 de juliol al Parlament» (em catalão). lamalla.cat. 6 de julho de 2010. Consultado em 27 de julho de 2010. Arquivado do original em 6 de julho de 2011 
  2. «El Parlament de Catalunya aprueba prohibir las corridas de toros a partir de 2012» (em espanhol). La Vanguardia. 28 de julho de 2010. Consultado em 28 de julho de 2010 
  3. «Touradas deixam de ser permitidas na Catalunha». TSF Rádio Notícias. 20 de outubro de 2016. Consultado em 3 de março de 2020 
  4. «La proposta de llei» (em catalão). Plataforma Prou!. Consultado em 28 de julho de 2010. Arquivado do original em 25 de julho de 2010 
  5. «El Parlament debatrà la ILP contra les corregudes de bous» (em catalão). Llibertat.cat. Consultado em 28 de julho de 2010 
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Críticas a la tauromaquia