Abrir menu principal

Portal da Espanha


Flag map of Spain.svg


Este portal pretende reunir informações sobre os mais variados temas relacionados com a Espanha.


 ver·editar Espanha


Bandeira de Espanha

Espanha (em castelhano: España; esˈpaɲa ( ouvir)), também conhecido como Reino de/da Espanha (Reino de España) é um país situado na Europa meridional, na Península Ibérica. Seu território principal é delimitado a sul e a leste pelo mar Mediterrâneo, com exceção a uma pequena fronteira com o território britânico ultramarino de Gibraltar; ao norte pela França, Andorra e pelo golfo da Biscaia e ao noroeste e oeste pelo oceano Atlântico e por Portugal.

O território espanhol inclui ainda as ilhas Baleares, no Mediterrâneo, as ilhas Canárias, no oceano Atlântico, próximas da costa Africana e duas cidades autônomas no norte de África, Ceuta e Melilla, que fazem fronteira com o Marrocos. Com uma área de 504 030 km², a Espanha é, depois da França, o segundo maior país da Europa Ocidental e da União Europeia.

Devido à sua localização, o território da Espanha foi sujeito a muitas influências externas, muitas vezes simultaneamente, desde os tempos pré-históricos até quando a Espanha se tornou um país. Por outro lado, o próprio país foi uma importante fonte de influência para outras regiões, principalmente durante a Era Moderna, quando se tornou um império mundial que deixou como legado mais de 400 milhões de falantes do espanhol espalhados pelo mundo.

Localização da Espanha.

O país está dividido em comunidades autônomas. Algumas destas comunidades, como a Galiza, o País Basco (País Vasco, em castelhano, ou Euskadi em basco), a Comunidade Valenciana (Comunidad Valenciana, em castelhano, ou Comunitat Valenciana em valenciano) e a Catalunha (Catalunya em catalão e Cataluña em castelhano), têm línguas próprias.

A Espanha é uma democracia organizada sob a forma de um governo parlamentar sob uma monarquia constitucional. É um país desenvolvido com o nono PIB nominal mais elevado do mundo e elevado padrão de vida (a Espanha possui o 23.º melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do mundo). É um membro das Organização das Nações Unidas (ONU), da União Europeia (UE), da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e da Organização Mundial do Comércio (OMC).



 ver·editar Artigos selecionados


Parada gay celebrando a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo

O casamento entre pessoas do mesmo sexo na Espanha é legal desde 3 de julho de 2005. Em 2004, o então recém-eleito governo socialista liderado pelo primeiro-ministro José Luis Rodríguez Zapatero, deu início a uma campanha pela legalização da prática, além da adoção homoparental. Após muito debate, a lei permitindo o casamento entre pessoas do mesmo sexo foi aprovada pelas Cortes Generales — o parlamento bicameral da Espanha, composto pelo Senado e pelo Congresso dos Deputados — em 30 de junho de 2005, sendo publicada no Boletín Oficial del Estado, o diário oficial do país, em 2 de julho de 2005. A lei entrou em vigor no dia seguinte, tornando a Espanha o terceiro país do mundo a permitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo, após os Países Baixos e a Bélgica e 17 dias antes do Canadá.

A ratificação da lei não ocorreu sem conflitos, apesar do apoio de 66% da população. Autoridades da Igreja Católica foram terminantemente contra a proposta, criticando-a como um enfraquecimento da instituição do casamento. Outros grupos expressaram preocupação sobre a possibilidade de casais gays e lésbicos adotarem crianças. Manifestações favoráveis e contrárias à lei atraíram milhares de pessoas de todas as partes da Espanha. Após a aprovação, o conservador Partido Popular questionou a lei no Tribunal Constitucional.

Flag map of Spain.svg Leia mais ...


 ver·editar Imagem selecionada


Monumento a Alfonso XII de España en los Jardines del Retiro - 04.jpg
Monumento a Alfonso XII no Parque do Retiro, em Madri.
 ver·editar História


A história da Espanha remonta à Idade Média. Em 1516, a Espanha dos Habsburgos unificou vários reinos predecessores díspares; sua forma moderna de monarquia constitucional foi introduzida em 1813 e a atual constituição democrática data de 1978.

Depois de expulsar os governantes muçulmanos na Reconquista, a Coroa de Castela começou a explorar o Oceano Atlântico em 1492, expandindo-se para o Novo Mundo e marcando o início da Idade de Ouro sob o Império Espanhol. Os reinos da Espanha foram unidos sob o reinado dos Habsburgos em 1516, que unificaram a Coroa de Castela, a Coroa de Aragão e reinos menores sob o mesmo domínio. Até a década de 1650, a Espanha dos Habsburgos estava entre os Estados mais poderosos do mundo.

Durante esse período, a Espanha esteve envolvida em todas as grandes guerras europeias, incluindo as Guerras Italianas, a Guerra dos Oitenta Anos, a Guerra dos Trinta Anos e a Guerra Franco-Espanhola. No final do século XVII, no entanto, o poder espanhol começou a declinar, e após a morte do último governante Habsburgo, a Guerra da Sucessão Espanhola terminaria com os reformadores Bourbon no poder. A Espanha era, na melhor das hipóteses, uma potência de segunda categoria, importante principalmente pelo seu império no continente americano. As reformas borbônicas reestruturaram as instituições estatais ao longo das linhas francesas. Napoleão assumiu a Espanha em 1808, mas foi expulso pelos rebeldes e pelo exército britânico em 1812 na Guerra Peninsular.

A Espanha, depois de 1814, seria desestabilizada à medida que diferentes partidos políticos representando grupos "liberais", "reacionários" e "moderados" pelo restante do século lutavam e conquistavam um controle de curta duração, sem que fossem suficientemente fortes para garantir uma estabilidade duradoura. O antigo império espanhol no exterior rapidamente se desintegrou com as guerras de independência na América Latina. Apenas Cuba e as Filipinas e algumas pequenas ilhas permaneceram; mas, revoltariam-se e os Estados Unidos adquiririam possessão (ou controle, no caso de Cuba) depois da Guerra Hispano-Americana de 1898.

Um equilíbrio tênue entre as forças liberais e conservadoras foi atingido no estabelecimento da monarquia constitucional durante os anos 1874-1931, mas não trouxe nenhuma solução duradoura, e a Espanha desceu à Guerra Civil entre as facções republicana e nacionalista. A guerra terminou com uma ditadura nacionalista, liderada por Francisco Franco, que controlou o governo espanhol até 1975.

(Ler artigo completo...)


 ver·editar Geografia
 ver·editar Você sabia?


... a corrida de touros é realizada durante as Festas de São Firmino em Pamplona?

... o Camp Nou, um dos maiores estádios do mundo que atualmente pertence ao FC Barcelona, foi inaugurado em 1957?

Updated DYK query.svg

... a maior rosácea do mundo gótico está na Catedral de Santa María de Palma de Mallorca?

... que os efeitos resultantes do sismo da Península Ibérica de 2007 foram sentidos em Portugal e nas cidades costeiras de Marrocos?

..que, além do espanhol, outras línguas como catalão, basco ou galego são faladas na Espanha?

... que o nome moderno Espanha vem de Hispânia, o nome dado pelos romanos a toda a Península Ibérica?

... que, no século VIII, quase toda a Península Ibérica foi conquistada (711-718) pelos exércitos muçulmanos mouros do norte da África?



 ver·editar Biografia selecionada


Ducado de Béjar (Casa de Zúñiga).svg

Álvaro de Zúñiga y Guzmán (Encinas de Esgueva, 1410Béjar, 10 de junho de 1488) foi um nobre de Castela, membro da influente Casa de Zúñiga, de origem navarra. Foi um dos homens mais poderosos de Castela, como demonstram os seus inúmeros títulos e os cargos que ocupou, e esteve envolvido em grande parte dos acontecimentos políticos e militares mais importantes do reino, nomeadamente nos diversos conflitos entre a nobreza e os candidatos à sucessão do trono que culminariam na Guerra de Sucessão de Castela e que só acalmariam com a reconhecimento definitivo dos Reis Católicos, aos quais começou por se opor mas a quem acabaria por apoiar.

Tendo sido donzel do rei João II de Castela na infância, na juventude esteve ao lado do pai na luta contra Álvaro de Luna, condestável de Castela e valido de D. João. Com a morte do seu pai em 1453, torna-se 2º conde de Plasencia e líder da liga da nobreza. É apoiante do rei Henrique IV durante os primeiros anos do seu reinado, mas acabaria por se desentender com o rei por se opor aos direitos de sucessão da filha daquele, Joana de Trastâmara (a Beltraneja), e apoiar as pretensões à sucessão do príncipe Afonso, meio-irmão de Henrique.

Flag map of Spain.svg Leia mais ...


 ver·editar Categorias


 ver·editar Como colaborar!


Colabore!

Agradecemos o seu interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com a Espanha na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a sua colaboração.


 ver·editar Wikimedia


Espanha no Wikinotícias     Espanha no Wikiquote     Espanha no Wikilivros     Espanha no Wikisource     Espanha no Wikcionário     Espanha na Wikiversidade     Espanha no Wikivoyage     Espanha no Commons
Notícias Citações Livros didáticos e manuais Biblioteca Definições Recursos de aprendizado Guias de viagem Imagens e mídia
https://pt.wikinews.org/wiki/Special:Search/EspanhaWikinews-logo.png
https://pt.wikiquote.org/wiki/Special:Search/EspanhaWikiquote-logo.svg
https://pt.wikibooks.org/wiki/Special:Search/EspanhaWikibooks-logo.png
https://pt.wikisource.org/wiki/Special:Search/EspanhaWikisource-logo.svg
https://pt.wiktionary.org/wiki/Special:Search/EspanhaWiktionary-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/EspanhaWikiversity-logo.svg
https://pt.wikiversity.org/wiki/Special:Search/EspanhaWikivoyage-Logo-v3-icon.svg
//pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Search/Commons:EspanhaCommons-logo.svg


 ver·editar Portais relacionados