Abul Alá Amade Alamiri

Abul Alá Amade ibne Alalá Alamiri (em árabe: أبو العلاء أحمد بن العلاء العامري‎‎; romaniz.: Abu al-'Ala' Ahmad ibn al-'Ala' al-'Amiri; m. ca. 844) foi um governador do Iêmem do século IX para o Califado Abássida.

VidaEditar

Abul recebeu sua nomeação como governador residente do Iêmem do oficial turco Itaque logo após a ascensão do califa Aluatique (r. 842–847). Após sua chegada no Iêmem, o rebelde iufírida Iufir ibne Abderramão enviou um exército para ocupar a principal cidade do país, Saná, mas as forças locais e o governador em fim de mandato Almançor ibne Abderramão Atanuqui encontraram-se com os rebeldes em batalha e derrotaram-os, matando 1 000 no campo e capitando os prisioneiros capturados. Abul Alá foi consequentemente capaz de entrar em Saná e permaneceu governador da província até sua morte ca. 844. Seu irmão então assumiu suas funções como governador por um período interino antes de Hartama Xar Bamiã chegar e tomar o posto.[1][2][3]

Ver tambémEditar

Precedido por
Almançor ibne Abderramão Atanuqui
Governador abássida do Iêmem
842 – ca. 844
Sucedido por
Hartama Xar Bamiã

Referências

  1. Van Arendonk 1960, p. 113.
  2. al-Madaje 1988, p. 216.
  3. Bikhazi 1970, p. 30.

BibliografiaEditar

  • Bikhazi, Ramzi J. (1970). «Coins of al-Yaman 132-569 A.H.». Al-Abhath. 23: 3–127 
  • al-Madaje, Abdal Muçine Madaje M. (1988). The Yemen in Early Islam (9-233/630-847): A Political History. Londres: Ithaca Press. ISBN 0863721028 
  • Van Arendonk, Cornelius (1960). Jacques Ryckmans, ed. Les Debuts de l'Imamat Zaidite au Yemen (em francês). Leida: E.J. Brill