Abrir menu principal

Wikipédia β

Acádia (América)

Acádia (em francês Acadie) é uma região cultural e histórica do nordeste americano que compreende, no seu sentido mais estrito, o norte e leste da província canadiana de Nova Brunswick, algumas localidades da Ilha do Príncipe Eduardo e da Nova Escócia e, esporadicamente, a província da Terra Nova e Labrador. Outras definições fazem alusão à francofonia americana, incluindo a Luisiana (também referida como Acadiana, lar dos cadianos ou cajuns, como ficaram conhecidos após a repopulação daquele estado) e a diáspora no Quebeque e Maine.

Nova Zelândia Acádia

Acadie

Carte administrative de l'Acadie.svg
País Canadá
Províncias Ilha do Príncipe Eduardo
Novo Brunswick
Nova Escócia
Terra Nova e Labrador
Fundação 1604

Em termos históricos, integrou a Nova França após a sua fundação em 1604 e incluía partes do leste do Quebeque, as Províncias marítimas do Canadá e o território atual do Maine até ao rio Kennebec.[1] Durante grande parte dos séculos XVII e XVIII, Norridgewock e Castine (nos rios Kennebec e Penobscot, respetivamente) constituíram os limites mais a sul da região.[2][3][4][5] A atual definição pelo governo francês faz referência aos territórios na costa atlântica sensivelmente entre o 40.º e o 46.º paralelo. Foi depois dividida entre as colónias britânicas que se transformaram nas atuais províncias canadianas e estados americanos.

Colonizada inicialmente por indivíduos originários do oeste da França, em território habitado pelos ameríndios (Confederação Wabanaki), a miscigenação entre as duas culturas resultou no estabelecimento de população substancial de origem mestiça — métis.

Extensão da Acádia em 1750.

A sua primeira capital foi Port Royal, estabelecida em 1605 e mais tarde destruída pelas forças militares britânicas em 1613. Foi depois reconstruída nas redondezas, mantendo o seu estatuto até ao cerco de 1710. Nos 74 anos seguintes originaram-se seis guerras coloniais nas quais os interesses ingleses e posteriormente britânicos levaram às sucessivas tentativas de conquista, iniciada com a Guerra do Rei Guilherme em 1688 e que se deu formalmente em 1713. O território do Novo Brunswick e grande parte do Maine permaneceram em disputa entre as duas coroas. A Ilha do Príncipe Eduardo (Île Saint-Jean) e o Cabo Bretão (Île Royale) permaneceram sob autoridade francesa graças ao artigo XIII do Tratado de Utreque.[6] A região do Maine foi perdida depois das derritas militares sobre a Confederação Wabanaki e dos sacerdotes franceses, o que deu origem à Guerra do Padre Rale. No decurso do reinado de Jorge II tanto a França como a Nova França empreenderam esforços significativos para recuperar os territórios da Nova Escócia. Na Guerra do Padre Le Loutre, Nova Brunswick foi transferida para a administração britânica. Finalmente, em 1758, na Guerra Franco-Indígena, tanto a Île Royale como a Île Saint-Jean caíram para as mãos dos britânicos, pondo fim ao controle francês na região. Por esta altura, as revoltas dos acadianos levam à sua deportação forçada, primeiro para as Treze Colónias e Luisiana, depois para a Europa, entre 1755 e 1763.

Atualmente, a cultura acadiana (com claras diferenças da cultura quebequense, sendo o francês acadiano um dialeto substancialmente diferente do francês) ainda sobrevive, tendo uma forte presença na província canadense de Nova Brunswick (única província canadense em que ambos inglês e francês são línguas oficiais) e na Nova Escócia, com menores comunidades espalhadas pela Pennsilvânia, Vermont, Ilha do Príncipe Eduardo, Terra Nova e Labrador, Louisiana e Maryland.

Índice

EtimologiaEditar

A origem da designação é de Giovanni da Verrazano, que no século XVI denominou de Arcádia (com r) a toda a costa a norte da Virgínia. O nome deriva da região grega do mesmo nome, termo que desde a Antiguidade Clássica incluía também os significados de "refúgio" ou "lugar idílico". Em Dictionary of Canadian Biography, detalha-se a motivação para tal:

"Arcadia, o nome que Verrazzano deu à Maryland ou Virgínia 'devido à beleza das árvores', apareceu pela primeira vez no mapa de Gastaldo em 1548 e é o único nome desse mapa a sobreviver no léxico canadiano"

Em 1603 foi dada autorização para o estabelecimento de uma colónia entre os 40.º e 46.º paralelos por Henrique IV, que reconheceu o território como La Cadie.[7] Também no século XVII, Champlain estabeleceu a atual ortografia, suprimindo o r. Uma nota de particular interesse reside na pronúncia de Acadie e no sufixo Míkmawísimk -akadie, que significa "um lugar de abundância" O uso moderno deste último persiste atualmente em topónimos como Shunacadie (lugar de arandos abundantes) ou Shubenacadie (em referência à abundância da batata). Pensa-se que os contactos entre os primeiros comerciantes franceses e os caçadores Mi'kmaq possam ter levado à mudança de l'Arcadie para l'Acadie.[8]

GeografiaEditar

GeologiaEditar

A maioria do território pontua-se pela presença de rochas paleozoicas, juntamente com a área pré-cambriana de Chéticamp e mesozoica no fundo marinho perto de Clare.[9] Todas elas pertencem à orogénese dos Apalaches.[10] A maior parte do território compõe-se de rochas sedimentares mas existem também outras: vulcânicas, sobretudo concentradas nas zonas de Bathurst, Campbellton e Grand-Sault; intrusivas, em Bathurst, Belledune e Argyle; enquanto que em Chéticamp se encontram, para além de todas estas, rochas metamórficas.[11]

O risco sísmico é relativamente pequeno à exceção da província do Novo Brunswick, onde tremores de terra com magnitudes maiores a 5,0 podem ocorrer, mas sobretudo nos Grandes Bancos de Terra Nova, de cujo sismo em 1929 (de magnitude 7,2) decorreu um maremoto, o único até à data.[12]

TopografiaEditar

A Acádia localiza-se no extremo norte da Cordilheira Apalache, com o seu ponto mais alto em Monte Carleton, de 817 metros de altura.[13] Está ligado a outros maciços, particularmente o planalto do Cabo Bretão, que ocupa o oeste da ilha homónima. O seu cume principal tem 523 metros de altura.[13] As terras da Ilha do Príncipe Eduardo não ultrapassam os 142 metros acima do nível do mar.[14]

HidrografiaEditar

Os principais cursos de água são os rios Restigouche e Népisiguit, que desembocam na Baía dos Calores; o Rio Miramichi, que acaba no Golfo de São Lourenço; o Rio Petitcodiac e o Rio São João, que desembocam na Baía de Fundy. A região conta também com numerosos lagos de pequena extensão e várias zonas húmidas, sobretudo na península Acadiana e no condado de Kent.

HistóriaEditar

Figuras militares de relevoEditar

A seguinte lista inclui indivíduos nascidos na Acádia ou aqueles que se naturalizaram antes da retirada francesa da região em 1763.

Séculos XVII e XVIIIEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. Williamson, William (1832). The history of the state of Maine. 2. [S.l.: s.n.] pp. 27, 266, 293 
  2. Griffiths, E. (2005). From Migrant to Acadian. [S.l.]: McGill-Queen's University Press. 61 páginas 
  3. Reid, John. Buckner; Campbell; Frank, eds. International Region of the Northeast. [S.l.: s.n.] 
  4. Atlantic Canada Before Confederation. Col: The Acadensis Reader. One. [S.l.: s.n.] 1998. 40 páginas 
  5. Villebon. Survey of Acadia in the Latter Part of the 17th Century. [S.l.: s.n.] 121 páginas 
  6. Chalmers, George. A collection of treaties between Great Britain and other powers. 1985. http://www.heraldica.org/topics/france/utrecht1a.pdf
  7. Lescarbot, Marc (1928). Nova Francia, A Description of Arcadia, 1606. [S.l.: s.n.] p. 1 
  8. Faragher, John Mack (2006-02-17). A Great and Noble Scheme: The Tragic Story of the Expulsion of the French Acadians from their American Homeland (Kindle Edition Location 176-181). [S.l.: s.n.] 
  9. «Âge des roches». geogratis.gc.ca. Consultado em 13 de março de 2017 
  10. «Provinces géologiques». geogratis.gc.ca. Consultado em 13 de março de 2017 
  11. «Catégories lithologiques principales». geogratis.gc.ca. Consultado em 13 de março de 2017 
  12. «Geology and Geosciences». www.nrcan.gc.ca (em inglês). Consultado em 13 de março de 2017 
  13. a b «The Atlas of Canada - Mountains». Natural Resources Canada. Consultado em 28 de fevereiro de 2017. Arquivado do original em 15 de julho de 2011 
  14. Holman, H.T. «Prince Edward Island». The Canadian Encyclopedia (em inglês) 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Acádia (América)
  • Texto inicialmente baseado na tradução dos artigos «Acadia» na Wikipédia em inglês e «Acadie» na Wikipédia em francês.
  Este artigo sobre História do Canadá é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.