Academia de Filmes

Academia de Filmes é uma produtora independente de publicidade, cinema, televisão e outras telas.

HistóriaEditar

Fundada em 1996 por Paulo Roberto Schmidt [1], Marily Raphul e Tadeu Jungle [2], a produtora está presente em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília.

Realiza também projetos culturais e de entretenimento por meio da Base7, sua empresa-sócia, que foi a responsável pelas exposições de Mestres do Renascimento, Caravaggio, Giacometti, De Chirico no Brasil, além de projetos como o Museu do Holocausto, Museu Tam, Museu do Futebol e Senna Experience.

PublicidadeEditar

Tem forte atuação no mercado publicitário, com mais de 7 mil filmes produzidos. Em sua história na publicidade, teve o reconhecimento de prêmios importantes, como Caboré, Profissionais do Ano, Prêmio Colunistas, Fiap e Clio.

CinemaEditar

Suas obras cinematográficas também foram premiadas por, entre outros, Academia de Artes e Ciências Cinematográficas da Argentina, Festival do Rio, Festival Internacional de Cinema de Guadalajara, Festival Internacional de Cinema de San Sebastian e Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema.

TelevisãoEditar

MúsicaEditar

Referências

  1. «Paulo Schmidt fala para Folha de S. Paulo». Academia de Filmes. Consultado em 1 de outubro de 2014 
  2. «Tadeu Jungle sobre sua exposição no Rio de Janeiro». Academia de Filmes. Consultado em 1 de outubro de 2014 
  3. «The Hollywood Reporter sobre indicação de Infâcia Clandestina ao Oscar» (em inglês). Academia de Filmes. Consultado em 2 de outubro de 2014 
  4. «Portal G1 sobre a participação de Lázaro Ramos em Amanhã Nunca Mais». Academia de Filmes. Consultado em 2 de outubro de 2014 
  5. «Folha de S. Paulo sobre a estreia de Milagres de Jesus». Academia de Filmes. Consultado em 1 de outubro de 2014 
  6. «O Globo sobre estreia de Natalia». Academia de Filmes. Consultado em 2 de outubro de 2014 
  7. «Revista Rolling Stone sobre clipe de Marcelo Jeneci». Academia de Filmes. Consultado em 2 de outubro de 2014. Arquivado do original em 6 de outubro de 2014 

Ligações externasEditar