Abrir menu principal

O Acordo de janeiro (em sueco: Januariavtalet) é um acordo subscrito por 4 partidos - Partido Social-Democrata, Partido do Centro, Partido Verde e Partido Liberal, para tornar possível a nomeação de Stefan Löfven como primeiro-ministro de um governo minoritário, após as eleições legislativas de 2018 na Suécia. O pacto foi assinado em 11-13 de janeiro de 2019, com o título ”Januariöverenskommelsen - Sakpolitisk överenskommelse mellan Socialdemokraterna, Centerpartiet, Liberalerna och Miljöpartiet de gröna” (Acordo de janeiro - acordo político entre sociais-democratas, centristas, liberais e verdes). Compreende 73 pontos e delimita 11 áreas de cooperação, excluindo qualquer influência ao Partido da Esquerda nessas mesmas áreas. Noutras áreas Löfven admitiu a possibilidade de colaboração pontual com esse partido. [1][2]

Referências

  1. Mats Knutson (21 de janeiro de 2019). «Analys: Löfven tvingas till en helt ny politisk retorik». SVT Nyheter (Notícias da Televisão da Suécia) (em sueco) 
  2. Helena Wedin (21 de janeiro de 2019). «Uppgörelsen mellan S, MP, L och C – punkt för punkt». SVT Nyheter (Notícias da Televisão da Suécia) (em sueco) 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  • Texto do Acordo de janeiro: [1]