Abrir menu principal

Wikipédia β

Ademar Miranda Júnior

Ademar Miranda Júnior, mais conhecido como Ademar Pantera (São Paulo, 31 de outubro de 1941 – São Paulo, 30 de Novembro de 2001), foi um futebolista brasileiro que atuava como atacante.

Ademar Pantera
Informações pessoais
Nome completo Ademar Miranda Júnior
Data de nasc. 31 de outubro de 1941
Local de nasc. São Paulo (SP), Brasil Brasil
Falecido em 30 de novembro de 2001 (60 anos)
Local da morte São Paulo (SP),  Brasil
Informações profissionais
Período em atividade 1960-1969 (9 anos)
Posição atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
19601964
19641967
1967
1968
1968
1969
Brasil Prudentina
Brasil Palmeiras
Brasil Flamengo
Brasil Palmeiras
Brasil Fluminense
Brasil Coritiba
00 0
133 (85)
044 (30)
00 0
00 0
00 0

Índice

CarreiraEditar

Iniciou a carreira na Prudentina, depois se transferindo para a Palmeiras. Foi apelidado de "Pantera" em virtude de seu porte físico e disposição em defrontar as retaguardas adversárias. Foi artilheiro máximo do Torneio Rio-São Paulo de 1965. Ademar não foi convocado para a Copa do Mundo FIFA de 1966 por ter tido uma fratura infligida por Baldocchi, do Botafogo de Ribeirão Preto.[1] Também não pôde jogar a final do Torneio Roberto Gomes Pedrosa de 1967 por estar com a perna fraturada.[2] Em 1967 se transferiria para seu clube de coração,[1] o Flamengo. Também passaria por Fluminense e Coritiba, onde encerrou a carreira em 1969.

Após o fim da carreira, Ademar ainda atuaria pelos veteranos do Verdão e trabalhou em escolinhas de futebol da Prefeitura de São Paulo. Ademar faleceu com certa mágoa dos dirigentes palmeirenses pois eles nunca o ajudaram.[1] Morreu no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo vítima de uma doença que lentamente amolece os músculos.

TítulosEditar

Referências

  1. a b c «Página Oficial Milton Neves, seção "Que Fim Levou".». Consultado em 18 de outubro de 2007 
  2. «Página oficial SE Palmeiras.». Consultado em 18 de outubro de 2007 

Ligações externasEditar