Abrir menu principal
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido (desde abril de 2014). Ajude e colabore com a tradução.
Desenhos para solicitação de patente do Éole.

O Ader Éole (também conhecido como Avion) foi o resultado da tentativa de Clément Ader de criar um avião entre 1886 e 1890,[1] e batizado em homenagem ao "senhor dos ventos", Éolo.[2]

Índice

Projeto e desenvolvimentoEditar

Diferente das muitas "máquinas voadoras" da época, o Éole não tentava levantar voo usando o movimento de "bater asas", em vez disso, se baseava na sustentação gerada pelas suas asas quando se movia para a frente. Com as asas lembrando uma cópia mecânica das asas de um morcego, o seu motor a vapor era um desenho inusitado e leve impulsionando uma hélice na frente da aeronave, mas não possuía nenhum controle para manter a direção do voo.[2]

Em 8 de Outubro de 1890, a máquina efetuou um voo curto de cerca de 50 m no Chateau d'Armainvilliers em Brie. Ele se elevou a apenas 20 cm. A relação peso-potência muito ineficiente do motor a vapor e condições climáticas desfavoráveis provavelmente contribuíram para a baixa altura de voo conseguida.[3] Mais tarde, Ader afirmou ter voado o Éole novamente em Setembro de 1891, dessa vez a uma distância de 100 m, mas essa afirmação não foi comprovada.

Alguns consideram o Éole como tendo sido o primeiro avião real, visto que ele levantava voo pelos seus próprios meios levando uma pessoa por uma curta distância, e que o evento de 8 de Outubro de 1890 foi, de fato, o primeiro voo bem sucedido. No entanto, a falta de controles direcionais, e o fato de que a propulsão a vapor se mostrou inviável, pesaram contra essa revindicação. Os partidários de Ader questionaram o fato de que as primeiras aeronaves dos Wright necessitavam de meios externos para decolar: inicialmente trilhos em declive contra ventos fortes e mais tarde uma catapulta.[2]

Tentativas modernas de recriar e avaliar a aeronave tiveram resultados diversos. Uma réplica em tamanho real construída em 1990 na École Centrale Paris, caiu em seu primeiro voo machucando o piloto, o que levou ao encerramento dos testes. Modelos em escala no entanto, foram voados com sucesso.[2]

EspecificaçãoEditar

 
Diagramas da patente do Eole.
  • Características gerais:
    • Tripulação: um
    • Comprimento: 6,5 m
    • Envergadura: 14 m
    • Altura: ? m
    • Área da asa: 28 m²
    • Peso vazio: 226 kg
    • Peso na decolagem: 330 kg
    • Motor: 2 x Ader a vapor de álcool, 15 hp
    • Hélice: 2 x Ader de 4 lâminas
  • Performance:
    • Velocidade máxima: 58 km/h
    • Carga alar: 8 kg/m²
    • Peso/potência: 50 W/kg

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Clément Ader and the Éole». historicwings.com. 9 de outubro de 2012. Consultado em 23 de abril de 2014 
  2. a b c d Opdyke, Leonard E. (1999). French Aeroplanes before the Great War. Atglen, PA: Schiffer Military History. ISBN 0 7643 0752 5 
  3. Gray, Carroll. «Clément Ader 1841 - 1925» 

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ader Éole
  Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.