Adolfo Zaldívar

Adolfo Zaldívar
Nascimento 13 de setembro de 1943
Santiago
Morte 27 de fevereiro de 2013 (69 anos)
Sepultamento Parque del Recuerdo
Cidadania Chile
Cônjuge Ana María Palma
Irmão(s) Alberto Zaldívar, Andrés Zaldívar
Alma mater Pontifícia Universidade Católica do Chile
Ocupação político, diplomata, advogado
Causa da morte câncer pancreático

Miguel Adolfo Gerardo Zaldívar Larraín (Santiago, 13 de setembro de 1943 – 27 de fevereiro de 2013) foi um político e advogado chileno.[1] Foi senador por Aisén e de março de 2008 até à sua morte em fevereiro de 2013 foi presidente do Senado do Chile. Foi membro histórico do Partido Democrata Cristão do Chile até à sua expulsão do mesmo em dezembro de 2007, tendo depois ingressado no Partido Regionalista dos Independientes, onde esteve de 2009 a 2010.

Foi o embaixador chileno na Argentina entre 16 de junho de 2010 e 27 de fevereiro de 2013.

Zaldívar era casado com María Alicia Larraín Shaux e teve seis filhos. Era irmão do ex-presidente do Senado do Chile e ministro do interior Andrés Zaldívar.

Referências

  1. «Adolfo Zaldívar: A los 69 años fallece el embajador de Chile en Argentina y ex senador | Política». La Tercera. 1 de janeiro de 1990. Consultado em 27 de fevereiro de 2013. Arquivado do original em 27 de fevereiro de 2013