Adorigo

freguesia de Tabuaço, Portugal
Portugal Portugal Adorigo 
  Freguesia  
Localização
Localização no concelho de Tabuaço
Localização no concelho de Tabuaço
Adorigo está localizado em: Portugal Continental
Adorigo
Localização de Adorigo em Portugal
Coordenadas 41° 08' 46" N 7° 36' 25" O
País Portugal Portugal
Concelho TBC.png Tabuaço
Administração
Tipo Junta de freguesia
Presidente Manuel Luís Gomes (PPD/PSD)
Características geográficas
Área total 10,55 km²
População total (2011) 397 hab.
Densidade 37,6 hab./km²

Adorigo é uma freguesia portuguesa do concelho de Tabuaço, com 10,55 km² de área e 397 habitantes (2011). A sua densidade populacional é 37,6 hab/km².

Adorigo é uma das freguesias nas encostas abrigadas e temperadas dos Vales do Douro, com quintas que há séculos produzem o Vinho Generoso, mundialmente conhecido como o "Vinho do Porto". Nesta aldeia temos um exemplo de igreja com com exterior sóbrio e um rico interior. Adorigo está na rota de um futuro roteiro do Barroco Tabuacense.

No lugar de S. Martinho pode-se ainda visitar a capela do santo homónimo, objecto de diversas obras ao longo dos séculos, o antigo forno comunitário ou admirar uma casa, no largo da Cruz, que já serviu de escola e que ostenta uma pedra de armas da família Cunha Coutinho.

HistóriaEditar

Em 1747 Adorigo era um lugar do termo da vila de Barcos, distrito da Serra, Bispado e Comarca da Cidade de Lamego, na Província da Beira. A população era constituída por 37 vizinhos, situando-se num vale, de onde se descobria parte da Província de Trás-os-Montes e Penaguião.

Possuía igreja paroquial, erguida fora do local, mas acompanhada de algumas casas, sendo o seu orago Nossa Senhora de Condescende. A igreja tinha três altares: O maior, em que está o sacrário e a imagem da santa padroeira, e dois colaterais, o da parte da Epístola da invocação de Nossa Senhora do Rosário, e o da parte do Evangelho dedicado a São Sebastião. Além destes havia ainda outro no corpo da igreja, no qual ainda não se celebrava missa, estando nele colocada a imagem do Menino Jesus. O pároco era cura, cuja apresentação pertencia ao abade da vila de Barcos ou, na falta deste, ao cabido de Lamego, a quem tocava nas vacancias. Rendia este curato vinte e dois alqueires de trigo, vinte de centeio, vinte e dois almudes de vinho, e sete mil reis em dinheiro, tudo pago da massa da abadia da vila de Barcos, a cujas justiças reconhecia sujeição este lugar.

O terreno produzia trigo, centeio, vinho e azeite, mas pouco de tudo. O clima era um tanto frio, pelas vizinhanças da Serra do Marão, criando muita caça miúda por ser montuosa. Embora lhe corresse à vista o rio Douro, que a provia de peixe miúdo, a água era escassa, devido à distância que o separava das terras deste povoado. Havia neste sítio duas barcas, uma onde chamam a Fonte Santa, e outra no pégo de Valença, e neste limite se metia o rio Tedo no Douro, no sítio que chamavam o Penedo da Galharda.

Pertencia a esta freguesia o lugar de São Martinho, distante deste de Adorigo tanto como um tiro de mosquete.[1]

Sobre esta freguesia, escreveu em 1915 o Dr. Luís Augusto de Freitas, antigo administrador do concelho de Tabuaço, nas suas "Notas & Lendas":

Do alto de uma colina sobranceira ao Douro, aproximadamente a igual distancia dos rios Távora e Tedo, assenta a pequena povoação de Adorigo.

Produz esta paróquia excelentes vinhos licorosos e no seu limite existem minas de chumbo cuja lavra se encontra suspensa há anos.

Defronte, além-Douro, fica a estação do Ferrão que durante muitos anos serviu a vila e concelho de Tabuaço, mas que depois de construída a ponte do Pinhão perdeu quase toda a importância.

Além do povo de Adorigo tem esta freguesia um outro chamado de S. Martinho.

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Adorigo [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
599 626 568 535 544 433 494 606 551 583 557 551 490 420 397
Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 60 51 212 97 14,3% 12,1% 50,5% 23,1%
2011 44 44 199 110 11,1% 11,1% 50,1% 27,7%

Média do País no censo de 2001: 0/14 Anos-16,0%; 15/24 Anos-14,3%; 25/64 Anos-53,4%; 65 e mais Anos-16,4%

Média do País no censo de 2011: 0/14 Anos-14,9%; 15/24 Anos-10,9%; 25/64 Anos-55,2%; 65 e mais Anos-19,0%

PatrimónioEditar

Referências

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.