Afonso Furtado
Nascimento 1347
Ocupação diplomata
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Afonso Furtado de Mendonça, veja Afonso Furtado de Mendonça (desambiguação).

Afonso Furtado ou Afonso Furtado de Mendonça[1] (Loures, Frielas, c. 1347 - Lisboa, c. 1423) foi um militar, diplomata e espião português.

BiografiaEditar

Afonso Furtado foi o primeiro Anadel-Mor dos Besteiros do Conto[2] desde o reinado de D. Fernando I de Portugal e Capitão-Mor do Mar[3] em tempo de D. João I de Portugal e fez parte do seu conselho real[4].

Com o Prior do Crato da Ordem dos Hospitalários, D. Frei Álvaro Gonçalves Camelo, foi enviado por D. João I a Ceuta, examinar a cidade e as suas obras defensivas, na preparação da conquista daquela Praça.

A missão foi dissimulada: o Rei mandava-os como embaixadores à Rainha D. Branca I de Navarra, viúva do Rei D. Martim I da Sicília, para lhe proporem o casamento com o Infante D. Pedro de Portugal, em substituição do Infante D. João de Portugal, como estava assente.

Os dois emissários pararam em Ceuta para fazer aguada e abastecimento de provisões e puderam, à vontade, examinar a cidade. Prosseguiram a viagem para a Sicília, onde as suas propostas não foram aceites. No seu regresso à Pátria, entregaram ao Rei e ao Conselho um relatório em forma da sua embaixada e, secretamente, um relatório que foi a base da conquista de Ceuta a 15 de agosto de 1415[5][6].

Dados familiaresEditar

Casou com Constança Nogueira, filha do alcaide mor de Lisboa Afonso Anes das Leis e D, Joana Vaz de Almada[7].

Referências

BibliografiaEditar

  • Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira. 40. Lisboa: [s.n.] 1936–1960 
  • Serrão, Joel (dir.) (1992). Dicionário de História de Portugal. Porto: Livraria Figueirinhas 
  • SOVERAL, Manuel Abranches; MENDONÇA, Manuel Lamas de. Os Furtado de Mendonça Portugueses: Ensaio Sobre a sua Verdadeira Origem. Porto: 2004, ISBN 972-97430-7-X.
  • SOVERAL, Manuel Abranches. Ascendências Visienses: Ensaio Genealógico sobre a Nobreza de Viseu: Séculos XIV a XVII. Porto: ed. a., 2004, 2 vols. ISBN 972-97430-6-1.