Akira Endō (遠藤 章, Endō Akira; Higashiyuri (atualmente Yurihonjo), 14 de novembro de 19335 de junho de 2024) foi um bioquímico japonês, que inventou as estatinas, poderosos remédios que combatem o colesterol.

Akira Endō
Akira Endō
Nascimento 14 de novembro de 1933
Higashiyuri
Morte 5 de junho de 2024 (90 anos)
Tóquio
Nacionalidade japonês
Cidadania Japão, Império do Japão
Alma mater
Ocupação bioquímico, agricultural chemist, microbiologista, professor universitário
Prêmios Prêmio Massry (2006)
Empregador(a) Universidade de Kanazawa, Tokyo University of Agriculture and Technology, Universidade de Tohoku, Universidade de Waseda
Campo(s) bioquímica

Carreira

editar

De 1957 a 1978 trabalhou como pesquisador na empresa química Sankyo Co.; inicialmente, ele trabalhou com enzimas fúngicas para o processamento de suco de frutas.Descobertas bem-sucedidas neste campo lhe renderam o crédito para se mudar para Nova York em 1966, e passar dois anos no Albert Einstein College of Medicine como pesquisador associado trabalhando com colesterol.[1]

Seu trabalho mais importante na década de 1970 foi sobre extrolitos fúngicos e sua influência na síntese de colesterol. Ele levantou a hipótese de que os fungos usavam produtos químicos para afastar organismos parasitas, inibindo a síntese de colesterol. As membranas celulares dos fungos contêm ergosterol no lugar do colesterol, permitindo-lhes produzir compostos que inibem o colesterol. Em 1971, ele descobriu que um caldo de cultura com citrinina tinha potente atividade inibitória contra a HMG-CoA redutase e reduzia os níveis séricos de colesterol em ratos, mas a pesquisa foi suspensa por causa da toxicidade renal.[2][3]

Endo estudou 6 000 compostos, dos quais três extrolitos do molde Penicillium citrinum isolados de uma amostra de arroz coletada em uma loja de grãos em Kyoto mostraram um efeito.  Os resultados de estudos clínicos só foram comunicados em 1980.[2][3]

Um deles, a mevastatina, foi o primeiro membro da classe de medicamentos das estatinas. Logo após, a lovastatina, a primeira estatina comercial, foi encontrada no molde de Aspergillus. Embora a mevastatina nunca tenha se tornado uma droga aprovada, o derivado da mevastatina pravastatina o fez.[2][3]

No final dos anos 70, Endo voltou para Tóquio e foi professor associado e mais tarde professor titular (1986-) na Universidade de Agricultura e Tecnologia de Tóquio entre 1979 e 1997. Após sua aposentadoria oficial, tornou-se presidente da Biopharm Research Laboratories.[2][3]

Endō morreu em 5 de junho de 2024, aos noventa anos.[4]

Prêmios e condecorações

editar

Referências

  1. Endo, Akira; Miura, Yukichi (1961). «Studies on Pectolytic Enzymes of Molds: Part I. Survey of Enzyme-producing Microorganisms by Fruit Juice ClarificationPart II. On the Pectolytic Activities of Several MoldsPart III. General Characteristics of Pectolytic Enzymes Produed by Coniothyrium diplodiella». Agricultural and Biological Chemistry (em inglês). 25 (5): 382–400. ISSN 0002-1369. doi:10.1080/00021369.1961.10857819  
  2. a b c d Yamamoto, Akira; Sudo, Hiroshi; Endo, Akira (1980). «Therapeutic effects of ML-236B in primary hypercholesterolemia». Atherosclerosis. 35 (3): 259–266. ISSN 0021-9150. PMID 7362699. doi:10.1016/0021-9150(80)90124-0 
  3. a b c d Endo, Akira; Kuroda M.; Tsujita Y. (1976). «ML-236A, ML-236B, and ML-236C, new inhibitors of cholesterogenesis produced by Penicillium citrinium». Journal of Antibiotics. 29 (12): 1346–8. PMID 1010803. doi:10.7164/antibiotics.29.1346  
  4. «遠藤章さん死去 90歳 スタチンを発見 東京農工大特別栄誉教授». Mainichi Shimbun (em japonês). 11 de junho de 2024. Consultado em 11 de junho de 2024 
  5. Heinrich Wieland Laureates[ligação inativa]
  6. 2006(22nd) JAPAN PRIZE LAUREATES
  7. «usc.edu» (PDF). Consultado em 14 de julho de 2014. Arquivado do original (PDF) em 31 de janeiro de 2012 
  8. Lasker~DeBakey Clinical Medical Research Award 2008 Winners

Ligações externas

editar
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Akira Endō
  Este artigo sobre um bioquímico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.