Alain Juppé

político francês

Alain Marie Juppé (Mont-de-Marsan, 15 de Agosto de 1945) é um político francês.[1] Ocupou o cargo de primeiro-ministro da França entre 18 de Maio de 1995 a 3 de Junho de 1997.[1] Foi prefeito de Bordeaux de junho de 1991 a dezembro de 2004, e novamente de outubro de 2015 até hoje.[1]

Alain Juppé
Alain Juppé
Primeiro-ministro da França
Período 18 de Maio de 19953 de Junho de 1997
Presidente Jacques Chirac
Antecessor(a) Edouard Balladur
Sucessor(a) Lionel Jospin
Ministério dos Negócios Estrangeiros
Período 27 de fevereiro de 2011 – 15 de maio de 2012
Primeiro-ministro François Fillon
Antecessor(a) Michèle Alliot-Marie
Sucessor(a) Laurent Fabius
Período 29 de março de 1993 – 18 de maio de 1995
Primeiro-ministro Édouard Balladur
Antecessor(a) Roland Dumas
Sucessor(a) Hervé de Charette
Prefeito de Bordeaux
Período 8 de outubro de 2015 – presente
Antecessor(a) Hugues Martin
Período 10 de junho de 1991 – 13 de dezembro de 2004
Antecessor(a) Jacques Chaban-Delmas
Sucessor(a) Hugues Martin
Ministro do Orçamento
Período 6 de dezembro de 2005
a 11 de maio de 2010
Primeiro-ministro Jacques Chirac
Antecessor(a) Henri Emmanuelli
Sucessor(a) Pierre Bérégovoy
Dados pessoais
Nascimento 15 de agosto de 1945 (76 anos)
Mont-de-Marsan, França
Alma mater Escola Normal Superior de Paris
Instituto de Estudos Políticos de Paris
Escola Nacional de Administração
Cônjuge Christine Leblond (1965–1993)
Isabelle Legrand-Bodin (1993–presente)
Filhos 3
Partido Reagrupamento para a República (1991–2002)
União por um Movimento Popular (2002–2004)
Os Republicanos (2004–atualmente)

VidaEditar

Membro dos Republicanos, foi primeiro-ministro da França de 1995 a 1997 no governo do presidente Jacques Chirac, período durante o qual enfrentou grandes greves que paralisaram o país e se tornaram muito impopulares. Ele deixou o cargo após a vitória da esquerda nas eleições de 1997. Foi Ministro das Relações Exteriores de 1993 a 1995 e Ministro do Orçamento e Porta-voz do Governo de 1986 a 1988. Foi Presidente do partido político União por um Movimento Popular(UMP) de 2002 a 2004 e prefeito de Bordeaux de 1995 a 2004.

Após o caso dos empregos fantasmas em dezembro de 2004, Juppé suspendeu sua carreira política até ser reeleito prefeito de Bordeaux em outubro de 2006. Ele serviu por um breve período como Ministro de Estado da Ecologia e Desenvolvimento Sustentável em 2007, mas renunciou em junho de 2007 após ser reprovado em sua tentativa de ser reeleito nas eleições legislativas de 2007. Foi Ministro da Defesa e dos Assuntos dos Veteranos de 2010 a 2011 e Ministro dos Negócios Estrangeiros de 2011 a 2012.

Ele anunciou em 2015 sua intenção de contestar as eleições primárias de seu partido antes das eleições presidenciais de 2017. Ele ficou em segundo lugar na primeira primária aberta da direita e do centro , e no segundo turno perdeu para François Fillon .

No início de 2019, ele aceitou a indicação para se tornar membro do Conselho Constitucional da França e, posteriormente, anunciou que renunciaria ao cargo de prefeito de Bordeaux.[2][3][4][5][6][7][8][9][10]

Livros publicadosEditar

  • La Tentation de Venise, Grasset, 1993. ISBN 224646241X.
  • Entre nous, NiL, 1996. ISBN 2841110729
  • Montesquieu, Perrin-Grasset, 1999.
  • Entre quatre z'yeux, with Serge July, Grasset, 2001. ISBN 9782246570219
  • France, mon pays : lettres d'un voyageur, with Isabelle Juppé, Laffont, 2006. ISBN 9782221103654
  • Je ne mangerai plus de cerises en hiver, Plon, 2009. ISBN 9782259203333
  • La Politique, telle qu'elle meurt de ne pas être, with Michel Rocard, J.-C. Lattès, 2010. ISBN 9782709635776
  • Mes chemins pour l’école, J.-C. Lattès, 2015. ISBN 978-2-7096-5046-5
  • Pour un État fort, Paris, J.-C. Lattès, 2016.
  • De vous à moi, 2016.

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Alain Juppé

Referências

  1. a b c «França: Alain Juppé é acusado de desviar fundos». Folha de S.Paulo. 26 de agosto de 1998. Consultado em 5 de julho de 2021 
  2. «Le Rwanda menace de poursuivre Balladur, Juppé, Védrine et Villepin». LExpress.fr (em francês). 6 de agosto de 2008. Consultado em 10 de agosto de 2021 
  3. «LCI - Vous êtes au cœur de l'info». LCI (em francês). Consultado em 10 de agosto de 2021 
  4. «legifrance.gouv.fr». www.legifrance.gouv.fr. Consultado em 10 de agosto de 2021 
  5. «France-Echos : Huit électeurs déboutés concernant l'inéligibilité d'Alain Juppé». web.archive.org. 17 de outubro de 2005. Consultado em 10 de agosto de 2021 
  6. «Le Monde.fr : Alain Juppé battu annonce sa démission du gouvernement». web.archive.org. 21 de junho de 2007. Consultado em 10 de agosto de 2021 
  7. «Become an FT subscriber to read | Financial Times». www.ft.com. Consultado em 10 de agosto de 2021 
  8. «Alain Juppé quitte la mairie de Bordeaux pour rejoindre le Conseil constitutionnel». Le Monde.fr (em francês). 13 de fevereiro de 2019. Consultado em 10 de agosto de 2021 
  9. «Alain Juppé quitte Bordeaux pour le Conseil constitutionnel». LEFIGARO (em francês). Consultado em 10 de agosto de 2021 
  10. «« Quitter cet hôtel de ville est pour moi un crève-cœur » : les adieux d'Alain Juppé à Bordeaux». Le Monde.fr (em francês). 14 de fevereiro de 2019. Consultado em 10 de agosto de 2021 
 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Alain Juppé

Precedido por
Édouard Balladur
Primeiro-ministro da França
1995 - 1997
Sucedido por
Lionel Jospin
  Este artigo sobre um político é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.