Abrir menu principal
Albert Claude Medalha Nobel
Albert Claude (1974)
Nascimento 24 de agosto de 1899
Longlier
Morte 22 de maio de 1983 (83 anos)
Bruxelas
Nacionalidade Belga
Alma mater Universidade de Lieja
Prêmios Prêmio Louisa Gross Horwitz (1970), Prêmio Paul Ehrlich e Ludwig Darmstaedter (1971), Nobel prize medal.svg Nobel de Fisiologia ou Medicina (1974)
Campo(s) Biologia

Albert Claude (Longlier, Bélgica, 24 de agosto de 1899Bruxelas, 22 de maio de 1983) foi um biólogo belga.

Foi agraciado com o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1974, pela descoberta de estruturas e funções celulares.

Índice

FormaçãoEditar

Filho de Glaudice Watriquant, que faleceu quando o mesmo tinha somente sete anos. Viu na medicina uma forma de entender o significado da vida e da origem das doenças (segundo palavras do próprio Claude, citado na sua autobiografia). Diplomou-se na Universidade de Liège, Bélgica. Em 1928/1929 ingressou no laboratório de cultivo de tecidos do Professor Albert Fischer. Em 1929 juntou-se à Universidade Rockefeller, e foi aí que tiveram início as suas pesquisas.

PesquisaEditar

Em 1929 utilizou o microscópio eletrônico para entender a estrutura e funções celulares, e nestas pesquisa identificou o retículo endoplasmático e descobriu a função da mitocôndria (respiração celular). Também desenvolveu métodos para separar diferentes componentes celulares, através de suas densidades, após centrifugação. Foram estas contribuições que o levaram a receber o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1974, dividindo o prêmio com seus estudantes George Emil Palade e Christian de Duve.

Títulos honoráriosEditar

  • Diretor emérito do Instituto Jules Bordet para pesquisa e tratamento de câncer;
  • Professor emérito da Faculdade de Medicina na Universidade de Bruxelas;
  • Professor da Universidade Rockefeller e da Universidade Católica da Louvain na Bélgica;
  • Diretor do laboratório de biologia celular e cancerologia da Universidade Católica de Louvain, Bélgica.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar