Alejandro Marque

ciclista espanhol

Alejandro Marque (A Estrada, Pontevedra, 23 de outubro de 1981) é um ciclista espanhol profissional que corre na equipa Tavira

Alejandro Marque Porto
Informação pessoal
Nome nativo Alejandro Manuel Marque Porto
Nascimento 23 de outubro de 1981 (40 anos)
La Estrada (Pontevedra)
Estatura 1,82 cm
Cidadania Flag of Spain.svg Espanha
Ocupação ciclista desportivo (d)
Informação equipa
Equipa atual EFAPEL
Disciplina Estrada
Função Ciclista
Tipo de corredor Completo
Profissional
2004-2005
2005-2006
2006-2008
2008-2010
2010-2011
2012
2013
2014-
Carvalhelhos-Boavista
Imoholding-Loulé
Madeinox-Bric-Loulé
Duja-Tavira
Onda
Carmim-Prio
OFM-Quinta da Lixa-Golden Times
Super Froiz}
Efapel
Maiores vitórias
Volta a Portugal (2013)
Estatísticas
Alejandro Marque no ProCyclingStats

Estreia como profissional em 2004 correndo a maior parte da sua carreira desportiva profissional em equipas portuguesas de categoria Continental. A sua primeira vitória profissional foi obtida em 2009 vencendo o G.P.Costa Azul, em 2012 consegue uma das suas vitórias na 1ª etapa da Vuelta a Asturias depois de ter concretizado uma fuga em grande parte da etapa.[1]Nessa temporada foi terceiro no Campeonato de Espanha de Ciclismo Contrarrelógio tendo também ganho a crono da Volta a Portugal e a 4ª etapa do G.P.Abimota. Seu maior louro é a vitória na Volta a Portugal de 2013, onde vestiu a camisola amarela quando faltava uma etapa para terminar a Volta, ganhando novamente no contrarrelógio final e impondo-se sobre o seu companheiro de equipa Gustavo César Veloso pela margem de 4 segundos.[2]

A sua boa actuação em Portugal, fez que para a temporada 2014 se confirmasse seu contrato pela Movistar Team.[3] No entanto a 13 de dezembro de 2013 surgiu a notícia que Marque tinha tido um controlo antidoping positivo para a substância betametasona, durante a Volta a Portugal prova que tinha vencido.[4] Devido a isto, a equipa Movistar Team pelo qual assinado, não fez uso efectivo do contrato assinado pois existia uma cláusula na qual o ciclista têm que assegurar que chegava à equipa sem nenhum tipo de problemas no que se refere ao doping e em caso de existir, o contrato deixaria imediatamente de ter valor .[5] No mesmo dia o ciclista deu as suas explicações primeiro num comunicado e depois numa conferência de imprensa, onde manifestou que devido a uma lesão no joelho tinha sido submetido a uma infiltração para poder competir na corrida e que tanto os médicos como a UCI estavam a par da situação.[6]

PalmaresEditar

2009

2012

2013

EquipasEditar

Referências

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre ciclista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.