Aleksander Stavre Drenova

Aleksander Stavre Drenova (também conhecido como ASDRENI) (Drenovë, 11 de abril de 1872 - Bucareste, 11 de dezembro de 1947) foi um dos poetas albaneses mais conhecidos. Um de seus poemas mais conhecidos é o hino nacional da Albânia, Hymni i Flamurit.[1]

Aleksander Stavre Drenova
Nascimento 11 de abril de 1872
Drenovë (Império Otomano)
Morte 11 de dezembro de 1947
Bucareste
Cidadania Albânia, Romênia
Alma mater
Ocupação poeta, escritor, jornalista, diplomata
Movimento estético Despertar nacional da Albânia
Assinatura
Asdreni (nënshkrim).svg

Ele nasceu na vila de Drenovë, próximo a Korçë. Aleksander estudou em uma escola grega em sua vila. Seu pai morreu quando ele tinha apenas treze anos. Em 1885, Aleksander se mudou para Bucareste, Roménia, para juntar-se aos seus irmãos. Ali, ele foi exposto a outros escritores e nacionalistas albaneses.

Em 1904, Asdreni publicou sua primeira coletânea de noventa e nove poemas chamada Rreze dielli (Raios de sol), dedicada a Skanderbeg, o herói nacional albanês. Sua segunda coletânea de noventa e nove poemas, Ëndrra e lotë (Sonhos e lágrimas) foi publicada em 1912 e dedicada a Edith Durham. A terceira coletânea de Asdreni, Psallme murgu (Salmos de um monge) saíram em 1930.

Depois de um breve retorno à Albânia em 1914, Aleksander retornou à Roménia e continuou a ter interesse no movimento nacionalista albanês. Ele visitou novamente a Albânia em 1937, mas logo retornou à Roménia. Drenova morreu em 1947.

Referências

  1. «Aleksander Stavre Drenova». Encyclopædia Britannica Online (em inglês). Consultado em 28 de novembro de 2021