Alice de Courtenay

Alice de Courtenay
Condessa de Joigny
Condessa de Angoulême
Cônjuge Guilherme I, Conde de Joigny
Aimer de Angoulême
Descendência Isabel, Rainha de Inglaterra
Casa Courtenay
Taillefer
Nascimento c. 1160/65
Morte 12 de fevereiro de 1218
Enterro Abadia de La Couronne, La Couronne, França
Pai Pedro I de Courtenay
Mãe Isabel de Courtenay

Alice de Courtenay (em francês: Alix; c. 1160/65 - 12 de fevereiro de 1218[1]) foi a filha do príncipe Pedro I de Courtenay e de Isabel de Courtenay. Por seu casamento com o conde Aimer de Angoulême foi mãe da rainha consorte de Inglaterra, Isabel de Angoulême.

FamíliaEditar

Seus avós paternos eram o rei Luís VI de França e Adelaide de Saboia, e seus avós maternos eram Reinaldo de Courtenay e Isabel de Donjon.

Alice era a terceira de onze crianças, e a segunda filha do casal. Seu irmão mais velho era Pedro II de Courtenay, Imperador Latino de Constantinopla de 1216 a 1217.

CasamentosEditar

Em 1178, Alice se casou com Guilherme I, Conde de Joigny, mas a união não produziu nenhum filho, levando ao divórcio em 1186. Uma escritura de 1180 registra a doação de propriedades para a Abadia de Pontigny, por Guilherme, com o consentimento de Alice.[2]

No mesmo ano de seu divórcio, ela se casou com Aimer de Angoulême, da Casa de Taillefer, que era Conde de Angoulême. Os dois tiveram apenas uma filha:

 
Brasão de Armas da Casa de Courtenay.

Quando seu marido morreu em 16 de junho de 1202, Isabel se tornou suo jure Condessa de Angloulême.

Alice morreu em 12 de fevereiro de 1218, com 58 anos de idade, e foi enterrada na Abadia de La Couronne[3], assim como seu marido, Aimer.[4]

Referências