Abrir menu principal

Alipinho

bairro do Coronel Fabriciano
Alipinho
  Bairro do Brasil  
Vista do bairro Alipinho e seus arredores
Vista do bairro Alipinho e seus arredores
Mapa do bairro Alipinho
Mapa do bairro Alipinho
Unidade federativa  Minas Gerais
Zona Setor 6
Distrito Senador Melo Viana
Município Coronel Fabriciano
Criado em década de 1960
Área
 - Total 0,3 km²
População (2010)
 - Total 1 335
    • Densidade 4 450,0 hab./km²
Domicílios 424
Limites Planalto, Surinan e Santo Antônio
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)[1]/

O Alipinho, antigo Alípio José da Silva,[2] é um bairro do município brasileiro de Coronel Fabriciano, no interior do estado de Minas Gerais. Localiza-se no distrito Senador Melo Viana, estando situado no Setor 6.[3] De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sua população no ano de 2010 era de 1 335 habitantes, sendo 653 homens e 682 mulheres, possuindo um total de 424 domicílios particulares distribuídos em uma área de 0,3 km².[1]

A localidade surgiu na década de 1960, após Floriano Mário da Silva lotear a propriedade de seu pai de criação, o fazendeiro Alípio José da Silva, também conhecido como Alipinho; sendo a quem o nome do bairro homenageia. Alípio adquiriu as terras após comprá-las de João Teixeira Benevides, o primeiro habitante do povoado de Santo Antônio do Gambá, que daria origem ao distrito Senador Melo Viana.[4]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (16 de novembro de 2011). «Sinopse por setores». Consultado em 20 de julho de 2012 
  2. Click Idéias Assessoria Ltda. (1998). Vale do Aço - Perfil Histórico, Cultural e Informativo - Coronel Fabriciano, Ipatinga e Timóteo 98ª ed. João Monlevade - MG: [s.n.] 206 páginas 
  3. Assessoria de Comunicação (3 de julho de 2009). «População/Setores». Prefeitura. Consultado em 26 de fevereiro de 2010. Cópia arquivada em 9 de junho de 2014 
  4. Leonardo Gomes (janeiro de 2012). «Grande Guia dos Bairros de Coronel Fabriciano». Revista Nosso Vale (nº 15): pag. 13. Consultado em 9 de junho de 2014 

Ligações externasEditar