Abrir menu principal
Aliya Mustafina
Mustafina ao ganhar a medalha de ouro nas barras assimétricas nos Jogos Olímpicos de Verão de 2012
Informações pessoais
Nome completo Aliya Fargatovna Mustafina
Modalidade Ginástica artística feminina
Especialidade individual geral e barras assimétricas.
Representante Rússia
Nascimento 30 de setembro de 1994 (24 anos)
Yegoryevsk, Óblast de Moscou
Nacionalidade Rússia russa
Compleição Peso: 48 kg Altura: 1,60 m
Nível sênior
Treinador Aleksandr Aleksandrov
Coreógrafo Olga Burova
Clube CSKA Moscow
Período em atividade 2007 – atualidade

Aliya Fargatovna Mustafina (em russo: Алия́ Фарга́товна Муста́фина; Yegoryevsk, 30 de setembro de 1994) é uma ginasta russa que compete em provas de ginástica artística, bicampeã olímpica nas barras assimétricas.

Aliya integrou a equipe russa que conquistou pela primeira vez, após a dissolução da União Soviética em 1991, a medalha de ouro na prova coletiva, durante o Mundial de Roterdã, em 2010. Além, encerrou primeira colocada na prova geral individual e com mais três medalhas de prata, sendo a maior medalhista de evento. Em abril, já tinha competido pela seleção que disputou o Europeu de Birmingham, no qual saiu com três medalhas, sendo uma de ouro.

CarreiraEditar

 
Aliya Mustafina e o Presidente russo, Vladimir Putin.

Nascida nos arredores de Moscou de um pai Tártaro e uma mãe Russa, Aliya iniciou no desporto no clube CSKA Moscow[1] Em 2007, competindo pela categoria júnior, conquistou a medalha de prata por equipes na 6th Stella Zakharova Cup. No compromisso seguinte, deu-se o Gymnix International, realizado em Montreal. Nele, foi ouro na trave, prata nas barras assimétricas e no individual geral.[2] No Europeu Júnior, em Clermont-Ferrand, obteve nota suficiente para a quarta colocação nas assimétricas e no exercícios de solo; na prova coletiva conquistou a medalha de ouro.[3]

Em 2009, disputou o Campeonato Nacional Russo, no qual foi campeã por equipes, no concurso geral e na trave de equilíbrio; nas barras foi vice-campeã e no solo encerrou medalhista de bronze. Na Doha Gymnasiade, última competição nessa categoria, conquistou seis medalhas nos seis eventos possíveis; medalha de ouro no geral, equipe, barras, trave e solo e prata no salto.[2] Abrindo o calendário competitivo de 2010, agora competindo como sênior, participou da etapa de Copa do Mundo de Paris. No evento, disputou duas finais, nas barras foi quarta colocada, em prova vencida pela britânica Elizabeth Tweddle, na trave de equilíbrio foi vice-campeã, ao somar 14,175 pontos.[4] No Campeonato Europeu de Birmingham, Mustafina encerrou com três medalhas: ouro na prova coletiva, prata na trave e nas barras assimétricas; no exercícios de solo encerrou na oitava colocação.[5] Em julho, na Copa Japão, conquistou o ouro na prova coletiva e o bronze no individual geral, em prova vencida pela compatriota Ksenia Afanasyeva.[6] No compromisso seguinte, deu-se a Copa Russa. Nela, a ginasta encerrou campeã em três eventos: no geral individual, nas barras assimétricas e nos exercícios de solo. Além, conquistou a medalha de prata no salto e o bronze na trave de equilíbrio.[7] Semanas depois, participou do quadrangular entre Rússia, Países Baixos, Espanha e Suécia, no qual encerrou vitoriosa em dois eventos, por equipes e na prova individual geral.[8] Em outubro, em sua estreia em Mundiais, a ginasta disputou a edição de Roterdã, no qual saiu como a maior medalhista da competição: por equipes, apresentou-se em todos os aparelhos e encerrou a frente da campeã anterior, as norte-americanas e as campeãs olímpicas, as chinesas;[9] no individual geral, mais uma vez encerrou campeã, superando a chinesa Jiang Yuyuan e a norte-americana Rebecca Bross, prata e bronze, respectivamente.[10] Por aparatos, foram mais três medalhas, todas de prata, das quatro finais disputadas: no salto sobre a mesa, nas barras assimétricas e nos exercícios de solo.[11] Ao final do campeonato, a Federação Internacional de Ginástica (FIG), publicou os novos elementos do Código de Pontos, e inseriu um movimento da ginasta nas paralelas assimétricas, avaliado com o valor E.[12] Como última competição da temporada, competiu na Voronin Cup. Nela, encerrou por três vezes medalhista de ouro: no individual geral, nas assimétricas e no solo, sendo mais uma vez, a maior campeã do evento.[13] A seguir, a ginasta foi nomeada ao prêmio "Athletes of the year in Russia, ao lado da ginasta rítmica Evgenia Kanaeva. Dentre, os dez melhores atletas do país, Aliya manteve-se na primeira colocação.[14]

Abrindo o calendário competitivo de 2011, Aliya disputou a Tyson American Cup, realizada em Jacksonville, na Flórida. Até a última rotação, a ginasta russa liderava, porém uma queda em sua penúltima passada nos exercícios de solo, a deixou com a segunda colocação. A norte-americana estreante na seleção, Jordyn Wieber, foi a campeã do evento, com apenas 0,068 pontos de vantagem em relação a Aliya.[15] Adiante, disputou a etapa de Copa do Mundo em Paris, na qual saiu vencedora nas três finais em que se classificou: o salto sobre a mesa, as barras assimétricas e os exercícios de solo.[16]

Em 8 de abril de 2011, Mustafina competia no Campeonato Europeu, realizado em Berlim, quando sofreu um rompimento do menisco de seu joelho esquerdo durante uma performance no salto sobre a mesa, na primeira rotação da final do individual geral, sendo forçada a se retirar da competição.[17] Sua compatriota Anna Dementyeva acabou vencendo a disputa.[18]

Campeonato Mundial de Ginástica ArtísticaEditar

Aliya Mustafina participara de uma única edição de campeonato mundial da modalidade, participação esta que aconteceu em 2010 na cidade holandesa de Roterdã.[19]

Roterdã 2010Editar

Em seu primeiro ano como integrante da seleção sênior de ginástica artística da Rússia, Aliya Mustafina, após ajudar a equipe da Rússia a conquistar o ouro no campeonato europeu de Birmingham (2010) e ganhar duas medalhas de prata na competição, fora convocada para integrar o time russo que disputaria o campeonato mundial daquele ano.[20] Na ocasião, Mustafina disputou classificou-se para seis finais, tendo conquistado medalhas em cinco delas. A primeira final que Aliya disputou foi a final por nações e, ao lado de Tatiana Nabieva, Anna Dementyeva, Ksenia Semenova e Ekaterina Kurbatova, conquistou o primeiro título para a Rússia, ao superar por 0.201 as segundas colocadas, as norte-americanas.[21] Em seguida, na final do concurso geral, Aliya mais uma vez conquistou a medalha de ouro, tornando-se a primeira atleta russa a conquistar o ouro por equipes e o ouro no concurso geral no mesmo campeonato mundial.[19] Classificada para todas as finais por aparelhos - salto, barras assimétricas, trave e solo -, igualando o recorde de 1997 da também russa Svetlana Khorkina, Mustafina conquistou mais quatro medalhas na competição, todas de prata.

Sendo assim, Mustafina encerrou sua participação na competição com cinco medalhas: duas de ouro e três de prata.[19][22]

Principais resultadosEditar

Ano Evento AA Equipe        
2007 Campeonato Europeu (júnior)  
2009 Campeonato Nacional Russo          
Doha Gymnasiade            
2010 Copa do Mundo - Paris  
Campeonato Europeu      
Copa Japão    
Copa Russa          
Desafio Internacional    
Campeonato Mundial de Ginástica Artística          
Copa Toyota      
Voronin Cup      
2011 Copa América  
Copa do Mundo - Paris      
2012 Campeonato Nacional Russo      
Campeonato Europeu  
Jogos Olímpicos        
2013 Campeonato Nacional Russo      
Campeonato Europeu    
Universíade        
Campeonato Mundial de Ginástica Artística      
2014 Campeonato Nacional Russo      
Campeonato Europeu      
Campeonato Mundial de Ginástica Artística      
2015 Jogos Europeus        
2016 Campeonato Europeu      
Jogos Olímpicos      
2018 Campeonato Mundial de Ginástica Artística  

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Aliya Mustafina» (em inglês). Site oficial. Consultado em 5 de julho de 2010 [ligação inativa] 
  2. a b «Mustafina > Score Chart» (em inglês). Site oficial. Consultado em 5 de julho de 2010 [ligação inativa] 
  3. «European Championships 2008 - Clermont-Ferrand > Junior» (em inglês). Gymnastics Results. Consultado em 5 de julho de 2010. Arquivado do original em 27 de julho de 2009 
  4. «World Cup - Paris» (em inglês). Gymnastics Results. Consultado em 5 de julho de 2010. Arquivado do original em 14 de abril de 2010 
  5. «European Championships 2010 > Birmingham» (em inglês). Gymnastics Results. Consultado em 5 de julho de 2010. Arquivado do original em 11 de fevereiro de 2015 
  6. «Japan Cup 2010» (em inglês). Gymnastics Results. Consultado em 5 de julho de 2010 
  7. «Russian Cup 2010» (em inglês). Gymnastics Results. Consultado em 6 de setembro de 2010 
  8. «Russian Women Top Netherlands, Spain» (em inglês). International Gymnast. Consultado em 20 de setembro de 2010 
  9. «Nova estrela "dá" ouro a equipe russa e arranca elogios de veteranas». UOL Esporte. Consultado em 26 de dezembro de 2010 
  10. «Barras derrubam brasileiras na final do individual geral em Roterdã; russa vence». UOL Esporte. Consultado em 26 de dezembro de 2010 
  11. «Campeões no individual geral sobem ao pódio por aparelhos, mas sem ouro». UOL Esporte. Consultado em 26 de dezembro de 2010 
  12. «The Mustafina» (em inglês). AliyaMustafina. Consultado em 27 de dezembro de 2010 [ligação inativa] 
  13. «Mustafina Closes 2010 With Voronin Cup Victory» (em inglês). International Gymnast. Consultado em 26 de dezembro de 2010 
  14. «Athletes of the year in Russia» (em inglês). Federação Internacional de Ginástica. Consultado em 30 de dezembro de 2010 
  15. «Horton, Wieber Claim Close Wins at American Cup» (em inglês). International Gymnast. Consultado em 6 de março de 2011 
  16. «2011 French International» (em inglês). Examiner.com. Consultado em 20 de março de 2011 
  17. «Mustafina Out of Europeans with Knee Injury» (em inglês). Federação Internacional de Ginástica. 8 de abril de 2011. Consultado em 8 de abril de 2011 
  18. «Dementyeva Wins Europeans After Mustafina Injured» (em inglês). Federação Internacional de Ginástica. 8 de abril de 2011. Consultado em 8 de abril de 2011 
  19. a b c «Aliya Mustafina - Resultados de Londres». Federação Internacional de Ginástica. 8 de abril de 2011. Consultado em 8 de agosto de 2012 [ligação inativa] 
  20. «Five stories to watch at women's European Championships» (em inglês). NBC Olympics. 25 de agosto de 2012. Consultado em 25 de agosto de 2012 
  21. Gymnastics Results (20 de outubro de 2010). «RESULTS WOMEN'S INDIVIDUAL ALL AROUND FINAL» (PDF). Consultado em 20 de outubro de 2010 
  22. BBC Sports. «World Gymnastics 2010: Lauren Mitchell wins floor gold». Consultado em 20 de outubro de 2010 

Ligações externasEditar