Abrir menu principal

Alpini

filial militar altamente especializado
Alpini do 7th Alpini Regimento

Os Alpini são as tropas de montanha do exército italiano e constituem um corpo da arma de infantaria especializado na guerra em terreno montanhoso. Estas tropas estão atualmente organizadas essencialmente em duas brigadas operacionais colocadas sob o Comando das Tropas Alpinas.

Organizados em 15 de outubro de 1872, como parte do Regio Esercito (o exército do Reino da Itália), os Alpini são o mais antigo corpo de infantaria de montanha ativo no mundo. Originalmente sua finalidade era proteger as montanhas do norte da Itália que faziam fronteira com a França, com o Império Austro-Húngaro e com a Suíça.[1] Em 1888, os Alpini foram enviados à África para sua primeira missão no exterior - fato que se repetiria por diversas vezes em sua história - para lutar nas guerras coloniais do Reino da Itália. Eles distinguiram-se durante a Primeira Guerra Mundial, quando foram utilizados nos combates no nordeste, com o Império Áustro-Húngaro, e durante três anos enfrentaram tropas de montanha da Áustria e da Alemanha, respectivamente os Kaiserschützen e Alpenkorps, no que desde então se tornou conhecida como a " Guerra em grande altitude." Durante a Segunda Guerra Mundial, os Alpini lutaram ao lado das forças do Eixo, principalmente na Campanha dos Balcãs e na frente oriental, onde parteciparam na defesa da linha do Rio Don, na qual sofreram perdas graves, e posteriormente durante a batalha defensiva e a retirada trágica do inverno 1942-1943.

Em 1990, devido à reorganização do exército italiano após o fim da Guerra Fria, três das cinco brigadas alpinas e muitas unidades de apoio foram desmanteladas. Todavia, em 2003, os Alpini foram usados na guerra do Afeganistão.

Ver tambémEditar

Referências

  1. «La nascita degli Alpini». Consultado em 29 de julho de 2014 

Ligações externasEditar