Anapesto

Anapesto é uma unidade rítmica do poema.[1]

É formado por duas sílabas átonas (ou breves) e uma sílaba tônica (ou longa), em ritmo ascendente.[2][3]

UsoEditar

É característico dos ritmos de galope, como o Martelo agalopado e o Galope à beira-mar.[2]

Comum também nos eneassílabos utilizados nos hinos, como o Hino de Pernambuco,[2] o Hino do Pará e o Hino à Bandeira Nacional.

Ver tambémEditar

 Ver artigo principal: Ritmo no poema
 Ver artigo principal: Troqueu
 Ver artigo principal: Iambo

Referências

  1. CAMPOS, Geir. Pequeno dicionário de arte poética. Rio de Janeiro:Edições de Ouro, 1960, pág. 20.
  2. a b c Infoescola. «anapesto». Consultado em 3 de junho de 2022 
  3. «Anapest». Consultado em 3 de junho de 2022 

Ligações externasEditar

 
O Wikcionário tem o verbete anapesto.