André Gomes Pina

André Gomes Pina ([onde?],[quando?][onde?],[quando?]) foi um senhor de engenho que viveu no Recife na segunda metade do século XVI[1].

Cristão novo, ele chegou a ser denunciado à Inquisição por frequentar a sinagoga da cidade, assim como seu irmão, Francisco Thaide Pina[2], conhecido pela alcunha de Cheira-Dinheiro.

Foi dono do Engenho de Muribara[3]. Morava numa ilhota que acabou conhecida pela população como Ilha do Pina. Juntamente com seu irmão, trabalhava no comércio de açúcar com a Europa e possuía um armazém, na época chamado de estância. A antiga Ilha do Pina é hoje o bairro do Pina[4][5].

Referências

  1. Senhores de engenho judeus. Brasil Sefarad
  2. SILVA, Janaína Guimarães da Fonseca. MODOS DE PENSAR, MANEIRAS DE VIVER: Cristãos-novos em Pernambuco no século XVI. UFPE, 2007. Pp. 113-114
  3. O Movimento Judaico Português Durante o Domínio Holandês no Nordeste. ABRADJIN - Associação Brasileira dos Descendentes de Judeus da Inquisição
  4. O Pina, ou a Ilha do Cheira-Dinheiro. JC Online, 6 de dezembro de 2001
  5. Pina entra na rota do Conheça o Recife. Jornal do Commercio, 15 de março de 2012