Abrir menu principal

António Emílio Severino de Avelar

O Dr. António Emílio Severino de Avelar.

António Emílio Severino de Avelar (Horta, 29 de Janeiro de 1843 — Horta, 30 de Janeiro de 1915) foi um médico e político açoriano, da ilha do Faial. Foi médico municipal, guarda-mor da saúde e subdelegado de saúde, presidente da Junta Geral e governador civil do Distrito da Horta, deputado às Cortes pelo Partido Regenerador, de que foi líder no Faial, e por três vezes reitor do Liceu da Horta (hoje Escola Secundária Manuel de Arriaga).

BiografiaEditar

António Emílio Severino de Avelar nasceu na cidade da Horta, a 29 de Janeiro de 1843, filho de Raquel Emília de Sousa e de António Severino de Avelar, de famílias ligadas ao pequeno comércio e ao funcionalismo público. Licenciou-se em Medicina pela Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa, onde terminou com distinção o seu curso em 1866. Regressado à sua ilha natal, começou desde logo a exercer clínica, sendo nomeado médico municipal (antes de 1873) e cirurgião do Hospital da Santa Casa da Misericórdia da Horta (1877). Foi despachado guarda-mor da saúde da Horta em 1879 e subdelegado de saúde da mesma cidade em 1900, cargo em que se reformou em 1903.

Foi por várias vezes presidente da Junta Geral na década de 1880 e governador civil do Distrito da Horta (1896-1897, 1910 e 1915). Era governador civil aquando da implantação da República Portuguesa, sendo demitido desse cargo por despacho do Ministro do Interior.[1] Foi nomeado Comissário de Estudos no Distrito da Horta, por Carta Régia de 26 de Maio de 1868, e reitor do Liceu da Horta nos períodos de 1868-1871, 1872-1879 e 1881-1890.

Foi eleito deputado pelo círculo da Horta, representando o Partido Regenerador, nas eleições gerais realizadas a 20 de Outubro de 1889, não chegando a exercer o cargo devido à dissolução precoce do parlamento em resultado do ultimato britânico de 1890. Em 1895 passou a liderar aquele partido na ilha do Faial, abandonando a sua posição de relativa independência.

Era um orador distinto e dotado, improvisando com facilidade e eloquência.

Foi casado com Jesuína de Avelar e sogro de José Bressane de Leite Perry, visconde de Leite Perry.

Notas

ReferênciasEditar

  • Marcelino Lima, Anais do Município da Horta, pp. 370–371, Grandes Oficinas Gráficas Minerva, Famalicão, 1940. Reeditado em fac-simile pela Câmara Municipal da Horta, 2005 (ISBN 972-9387-36-2).
  • Maria Filomena Mónica (coordenadora), Dicionário Biográfico Parlamentar (1834-1910), vol. I, pp. 231–232, Assembleia da República, Lisboa, 2004.

Ligações externasEditar