Abrir menu principal

António Ferreira de Serpa

Genealogista e historiador português
António Ferreira de Serpa
Nascimento 13 de junho de 1865
Horta
Morte 24 de julho de 1939 (74 anos)
Lisboa
Cidadania Portugal
Ocupação historiador

António Ferreira de Serpa (Horta, 13 de Junho de 1865Lisboa, 24 de Julho de 1939) foi um genealogista e historiador açoriano que publicou uma vasta obra sobre as famílias da ilha do Faial e sobre a historiografia das ilhas mais ocidentais do arquipélago dos Açores.

Índice

BiografiaEditar

Tendo concluído os seus estudos preparatórios no Liceu da Horta, inscreveu-se no Curso Superior de Letras, em Lisboa, revelando-se um competente investigador de assuntos históricos e genealógicos.

Publicou diversos trabalhos polémicos, defendendo teses arrojadas e longe das opiniões geralmente aceites, tendo em particular ficado para a história o debate em torno da nacionalidade de Cristóvão Colombo, que seria, no seu entender, o madeirense Salvador Gonçalves Zarco.

Envolveu-se na fundação de diversas instituições, entre as quais a Sociedade de Propaganda de Portugal, a Liga de Defesa dos Interesses Públicos e a Academia Portuguesa de História e foi cônsul de algumas Repúblicas da América do Sul em Portugal, entre as quais a República do Equador, da qual foi cônsul-geral em Lisboa de 1898 a 1902. Pouco antes fora também cônsul-geral em Lisboa do Reino do Hawai, então independente.

Pertenceu a várias academias literárias e científicas estrangeiras e, como doutor em filosofia e letras, ao Instituto de Estudos Superiores de Palermo e à Universidade Hispano-Americana. Encontra-se colaboração da sua autoria na revista Serões [1] (1901-1911) e na Revista de Arqueologia [2] (1932-1938).

Faleceu em Lisboa, onde se fixara, no ano de 1939.

Possuía várias condecorações, entre elas o raro título hereditário de patrício da Sereníssima República de San Marino, e era detentor de uma rica biblioteca, tão importante que foi solicitada a sua incorporação na biblioteca da Academia Portuguesa de História, de que fora sócio fundador.

Obras publicadasEditar

António Ferreira de Serpa colaborou em múltiplos jornais e revistas, deixando uma vasta obra dispersa. Entre as suas obras mais representativas incluem-se:

  • O general D. José Santos Zelaya, presidente da República de Nicarágua;
  • Dados genealógicas e biographicos d'algumas famílias zagalenses, in Revista Portuguesa Colonial e Marítima (n.º 109, pp. 9–17), Lisboa, 1906;
  • Ilha do Faial, porto franco e porto militar;
  • Revolta dos flamengos;
  • Martin Behaim, in Boletim da Sociedade de Geografia de Lisboa (pp. 297–307), Lisboa, 1904;
  • Influência do Canal do Panamá no movimento dos portos portugueses;
  • Dados Genealógicos e biográficos de algumas famílias fayalenses (2 vol.);
  • Inéditos acerca das ilhas do Faial, Pico, Flores e Corvo;
  • Armaria Hortense;
  • O descobrimento dos Açores, Porto, 1926;
  • Crónica d'el-rei D. Sebastião, Civilização, Porto, 1925;
  • Os Flamengos na Ilha do Faial. A família Utra (Hurtere), Lisboa, 1929;
  • Dois açorianos no governo interino in Arquivo da Universidade de Lisboa (vol. 4, pp. 113 e ss), Lisboa, 1917;
  • A Colonização Estrangeira nos Açores Ocidentais, 1918;
  • Camilo Castelo Branco no parlamento de 1885 e a sua ascendência Picoense;
  • A Ilha do Corvo e a sua Estátua, 1930;
  • Salvador Gonçalves Zarco (Cristóbal Colón) - Os Livros de Dom Tivisco, Lisboa, 1930 (em co-autoria com G. R. Santos Ferreira);
  • As Ilhas de S. Jorge e Graciosa, segundo a Descrição de Gaspar Frutuoso nas Saudades da Terra e de Frei Diogo das Chagas, no Espelho Cristalino, Boletim da Sociedade de Geografia de Lisboa (49) pp. 39–46, 81-96 e 308-324, Lisboa, 1931;
  • Introdução e Anotações, in Dois Inéditos Acerca das Ilhas do Faial, Pico, Flores e Corvo: Saudades da Terra (Século XVI) por Gaspar Frutuoso e Espelho Cristalino em Jardim de Várias Flores (Século XVII) por Frei Diogo das Chagas, Coimbra, 1921;
  • Dom Frei Alexandre da Sagrada Família, Bispo de Malaca e de Angra, Bispo eleito do Congo e de Angola, Governador deste Bispado, Tio e professor de Garrett in Anais das Bibliotecas e Arquivos, série II, vol.VII, Lisboa, 1926;
  • A Ilha do Pico e a Tuberculose: Carta aberta a Sua Majestade a Rainha D. Amélia, Lisboa, Oficina Typographica, 1905;
  • Suum Quique. Um soneto a Camões por Gaspar Gonçalves, médico na Vila de Ribeira Grande, Judeus na mesma Ilha, ou o impedimento para que se não publique a obra Saudades da Terra, do dr. Gaspar Frutuoso, conforme o original indevidamente em poder de particulares, Civilização, Porto, 1925.

Ligações externasEditar

Referências

  1. Rita Correia (24 de Abril de 2012). «Ficha histórica: Serões, Revista Mensal Ilustrada (1901-1911).» (PDF). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 23 de Setembro de 2014 
  2. Alda Anastácio (26 de Setembro de 2018). «Ficha histórica:Revista de Arqueologia(1932-1938)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 22 de Março de 2019 
  • Henrique Perdigão, Dicionário Universal de Literatura, Porto, 1934.
  • Conde de São Paio, À memória de António Ferreira de Serpa, in Anais da Academia Portuguesa da História (II série, volume 2), Lisboa, 1940.
  • José Guilherme Reis Leite, O historiador António Ferreira de Serpa. A bibliografia possível, in Boletim do Núcleo Cultural da Horta, (IX, pp. 23–50), Horta, 1989-1990.